Bolsa de estudo na Itália: como conseguir - Partiu Intercâmbio

bolsa de estudo na Itália roma

A Itália é lindíssima e muito interessante – e não é por acaso que muita gente tem o sonho de morar lá pelo menos por algum tempo. Infelizmente, porém, considerando a Europa Meridional, o país é, sem dúvida, o mais caro para se viver. Por isso, para ficar lá sem passar perrengue, o ideal é conseguir uma bolsa de estudo na Itália.

Bolsas na Itália

Ganhar um auxílio para estudar no “país da pizza e da pasta” definitivamente não é impossível. Como vocês já devem ter percebido aqui no Partiu, há vários programas e universidades italianos que oferecem benefícios para estudantes internacionais.

Conseguir uma bolsa de estudo na Itália (ou em qualquer outro lugar) exige, porém, paciência, determinação e um pouco de insistência. Até já fizemos um post só para falar sobre como ganhar uma bolsa de estudos no exterior. Especificamente em relação à Itália, já publicamos um post bem completo falando sobre estudar em uma universidade italiana.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre as possibilidades de bolsa de estudo na Itália, não somente de graduação ou pós, mas também para cursos de italiano ou cursos curtos.

>> Tudo o que você precisa saber para estudar em uma universidade italiana

Bolsas para fazer Ensino Médio na Itália

Para quem quer fazer Ensino Médio na Itália, existem duas opções de bolsas que rolam quase que anualmente. Uma delas é o processo de seleção para o intercâmbio de High School do UWC. O UWC tem escolas em mais de 10 países e a Itália é um deles. No entanto, as bolsas são alocadas todos os anos de acordo com vagas nas diferentes escolas. Então, não há como garantir se num determinado ano ou não vai ter bolsa para fazer High School na Itália do UWC, mas a Itália é um dos destinos possíveis. A Amanda Barreto Salgueiro foi estudar lá com bolsa do UWC e nos contou tudo sobre o processo de seleção do UWC. O AFS também oferece bolsas de estudo para High School na Itália quase que anualmente. As bolsas do AFS geralmente não cobrem todo o custo do programa, mas são uma ótima ajuda para quem não tem todo o dinheiro para financiar esse tipo de programa de Ensino Médio que é bem caro.

Bolsas para cursos não acadêmicos e de idioma na Itália

Se a sua ideia é ficar um breve período de tempo e você for estudante de graduação ou pós, uma boa opção é se candidatar a um curso curto. A Turin School of Regulation, por exemplo, abre anualmente o seu programa de bolsa para curso de verão em Turim. Ele oferece isenção de taxas e acomodação gratuita para brasileiros.

Já para quem tem uma noção básica de italiano e quer aprender mais, praticar e aprimorar a língua, é possível se candidatar à bolsa para curso de italiano do MAECI. O programa do Ministério das Relações Exteriores da Itália abre edital anualmente e oferece benefícios para cursos de idioma de três meses em universidades.

 

>>> Celi: como é a prova de proficiência em italiano

Bolsas para fazer faculdade na Itália

Algumas renomadas universidades italianas abrem todo ano editais de bolsa de estudo na Itália para interessados em fazer graduação no país. A maioria dos cursos desse tipo são “laurea triennale”, ou seja, tem duração de três anos.

A Universidade de Bolonha possui diferentes modalidades de benefícios para estudantes internacionais que querem fazer faculdade  em todas as áreas de estudo. Na Itália, os alunos pagam uma taxa anual às instituições de ensino, mesmo nas públicas. Os valores variam de acordo com a universidade, em Bolonha, por exemplo, a graduação costuma custar 2 mil euros por ano.

Outra possibilidade é tentar uma bolsa de estudo na Itália para cursar graduação na Bocconi. A instituição privada localizada em Milão é muito famosa na área de negócios – e tem preços bem salgadinhos! A Bocconi tem cursos nas áreas da economia, informática, ciências políticas, direito, artes e cultura. Uma das vantagens é que a maioria das graduações da universidade são em inglês. Outra universidade que oferece programa de bolsa na graduação é a Luiss, em Roma. A Universidade de Pádua também oferece bolsas por mérito em seus cursos em inglês para quem quer  fazer faculdade na Itália em

>>> Governo Italiano oferece bolsas de estudos de diversos tipos

Bolsa de estudo na Itália: mestrado

Muitas instituições de ensino superior também oferecem bolsa para mestrado na Itália. A Universidade de Bolonha, por exemplo, é uma delas. Os beneficiados podem ganhar uma bolsa de 11 mil euros por ano ou ter apenas isenção de taxas.

Há várias opções de cursos de mestrado internacionais na Itália, nos quais a língua oficial é o inglês. Além da Universidade de Bolonha, a Universidade de Pádua também oferece cursos assim. E ela tem um programa de bolsas justamente para esses mestrados: com 12 mil euros anuais de auxílio mais isenção de taxas universitárias.

>>> Brasileira aprovada com bolsa no mestrado em Direitos Humanos na Itália dá dicas

mestrado em direitos humanos na italia partiu intercambio

Se você estiver interessado em mestrados de outras universidades, uma ótima opção é aplicar para as bolsas MAECI. Várias instituições são contempladas pelo programa do governo italiano. Além de isenção, os bolsistas também recebem um subsídio para ajuda nos custos de manutenção no país.

Outro programa que contempla várias áreas e instituições é o Invest Your Talent in Italy (IYT). Ele prevê isenção ou redução de taxas, orientação, suporte e auxílio mensal.

Bolsas de estudo na Itália: pós-graduação específicas

Há ainda a possibilidade de tentar bolsa de estudo na Itália para cursos específicos, como o mestrado em economia e café. Ainda no nível, existem também vários cursos Erasmus Mundus Joint Masters Degrees que incluem um semestre do curso na Itália. É o caso do mestrado em química, do mestrado em estudos de gênero e mulheres, do mestrado em economia e do mestrado em cultura europeia.

Doutorado ou pesquisa em universidades italianas

Para quem já terminou a pós-graduação e está de olho em uma bolsa de estudo na Itália para doutorado ou pesquisa, também há algumas possibilidades. O MAECI também oferece bolsas para a execução de projetos de pesquisa em cotutela, de 6 ou 9 meses, em diversas universidades.

bolsa de estudo na Itália toscana

Quem quiser estudar na Toscana pode tentar ainda o programa da Scuola Normale Superiore, que tem bolsas para PhD em Pisa e Florença. O benefício é de 17 mil euros anuais, incluindo subsídio para alojamento e reembolso dos custos da viagem.

Bolsas de doutorado

Todas essas bolsas estão no buscador de bolsas de estudos do Partiu IntercâmbioAqui explicamos bem direitinho como o buscador de bolsas funciona e óbvio que esse post não esgota as possibilidades de bolsas na Itália, mas se vocês souberem de algo que não está aqui, deixem um alô nos comentários e eu complemento o post.

Todas as bolsas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.