Bolsa Erasmus+ para Mestrado em Química no Exterior

mestrado em quimica no exterior partiu intercambio erasmus bolsa

Um programa financiado pelo Erasmus+ está oferecendo bolsas integrais para Mestrado em Química no Exterior. Os alunos do curso vão receber diploma de mestre em química ou em Ciência dos Materiais. O curso de mestrado no Exterior é um consórcio de universidades em Portugal, na Itália, na França e Polônia.

Bolsas de mestrado

As bolsas – que podem chegar ao valor total de 43.800 euros – são direcionadas para o programa de mestrado SERP+ (Joint European Master In Surface, Electro, Radiation And Photo-Chemistry). Este mestrado tem como objetivo capacitar alunos em em diferentes áreas da química: química orgânica, inorgânica, analítica, físico-química, química de polímeros, dentre muitas outras áreas.

O programa inclui diferentes cursos e treinamentos ligados à energias renováveis, química verde, efeitos de radiação, nanomateriais para a indústria e nanomedicina. A forte parceria do SERP+ com instituições acadêmicas e centros de pesquisa e inovação na Europa, Ásia e América Latina, permitem os estudantes desenvolverem suas habilidades profissionais e construírem um sólido network durante o mestrado em química no Exterior.

>>> Brasileiros bolsistas do programa Erasmus falam dos cursos

A bolsa Erasmus+ para mestrado em química no Exterior cobre:

A bolsa cobre tudo, inclusive:

  • Contribuição para viagens: 3000 euros/ano
  • Contribuição para instalação e custos para o visto: 1000 euros
  • Contribuição para taxas da universidade: 6400 euros/ano
  • Subsídio mensal: 1000 euros/ano

>>> oportunidades na área de engenharia 

Como funciona o programa  de mestrado em química SERP+

O programa de mestrado a ser financiado pela bolsa Erasmus+ tem duração de dois anos, e ocorre em até quatro países: França, Itália, Polônia e Portugal. Fica a critério do candidato a escolha de uma universidade por semestre. Confira a estrutura do mestrado em química na Europa:

Primeiro semestre:

  • Université Paris-Sud (UPSUD, França): fundamentos e métodos para o programa SERP

Segundo semestre:

  • Università degli studi di Genova (UniGe, Itália): físico-química de materiais compósitos e catálise; ou
  • Universidade do Porto (Portugal): físico-química de sistemas interfaciais, condensados e energéticos; ou
  • Uniwersytet im. Adama Mickiewicza (UAM, Polônia): físico-química e fotoquímica de moléculas e biomoléculas;

2 semanas de Curso de Verão na UniGe, Itália: Cursos em Gestão Econômica, Gestão de Projetos, Comunicação, Valorização Tecnológica, Legislação de Patentes, dentre outros.

Terceiro semestre:

  • UniGe: nanoestruturação e coleta de energia em superfícies
  • U.Porto: materiais funcionais e interfaces para a química sustentável
  • UAM – Espectroscopia de luminescência e fotoquímica verde
  • UPSUD: Nanomedicina, combustíveis solares e aplicações medicinais e industriais de radiações.

Quarto semestre: estágio obrigatório e dissertação de mestrado:

  • Pode ser realizado em laboratório de uma das universidades acima, ou em um laboratório no ramo da indústria.

Ao fim do mestrado, os estudantes são concedidos com um diploma múltiplo, de acordo com a jornada acadêmica: Mestre em Química pela Paris-Sud University; Mestre em Ciência dos Materiais e Engenharia pela Universidade de Genova; Mestre em Química pela Universidade do Porto ou Mestre em Química pela Universidade Adam Mickiewicks de Poznań.

>>> Tudo sobre mestrado em Portugal

Candidatura para as bolsas de mestrado em química no Exterior:

Para poder se candidatar à bolsa Erasmus+, os candidatos devem obter o diploma de graduação até agosto deste ano. O candidato que já tenha mestrado concluído também pode ser aceito e, se aprovado, ingressará no segundo ano do mestrado na Universidade de Paris-Sud. Também é necessário ter proficiência em inglês comprovada (veja os exames aceitos adiante). Para poder concorrer ao programa SERP+, o candidato deve enviar os seguintes documentos, em formato pdf em inglês.

  • Currículo (Máx. 2 páginas)
  • Carta de motivação (Máx. 2 páginas)
  • Histórico acadêmico oficial da graduação, aceito em português;
  • Diploma da graduação ou mestrado, aceitos em português;
  • Passaporte;
  • Comprovante de residência;
  • Certificado de proficiência em inglês (IELTS, TOEFL, FCE, CAE ou CPE)
  • Carta de recomendação em papel timbrado e assinada a mão (opcional)

Vale ressaltar que apenas traduções oficiais serão aceitas, e que todos os documentos traduzidos devem ser enviados acompanhados da cópia do documento original.

>>> Mais oportunidades na área de química

Critérios de seleção da bolsa para mestrado em química

  • 50%: background acadêmico e profissional, se for o caso. A ser avaliado pelo CV e notas;
  • 20%: carta de recomendação;
  • 10%: proficiência em inglês 
  • 10%: carta de motivação;
  • 10%: envolvimento em associações e atividades extra-curriculares que demonstrem perfil dinâmico e de liderança do candidato.

>>> Bolsistas Ersmus dão dicas sobre documentação e burocracia

Economize no pagamento da taxa de cursos no Exterior

Brasileiros com cidadania Europeia podem fazer os cursos Eramus pagando taxas muito menores. A Remessa Online é parceira do Partiu Intercâmbio e garante 15% de desconto no spread de transações em moeda estrangeira para os leitores: só usar o código partiuintercambio no site para garantir o benefício! Assim, você pode pagar a matrícula do seu curso fazendo uma boa economia. No lugar de pagar os 12% que seu banco cobra, com os nossos parceiros você paga só 1,3% de taxa sobre a operação e ainda tem o desconto de 15% sobre a taxa ao usar o código partiuintercambio no site.

Saiba mais sobre o SERP+
Conheça a estrutura do curso
Inscreva-se

Todas as bolsas

Pedro Alberto Curcio Machado partiu intercambio

 

Pedro Alberto Curcio Machado é estudante de engenharia química na UFRJ. Ele contou tudo sobre sua experiência de intercâmbio no Canadá com a bolsa Elap aqui para o Partiu Intercâmbio neste vídeo. Desde então, Pedro entrou pra família Partiu Intercâmbio e colabora com a gente como voluntário na caça de bolsas de estudos e oportunidades no Exterior.

——————————-

Toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. A gente também presta consultoria para quem quer estudar no Exterior e você pode pedir um orçamento sem compromisso.

 

COMENTÁRIOS

2 respostas para “Bolsa Erasmus+ para Mestrado em Química no Exterior”

  1. Bianca disse:

    Olá, bom dia. Estava dando uma olhada neste e em outros editais de mestrado na Europa (mesmo alguns sem bolsas) e fiquei com uma dúvida. Diplomas de tecnólogo são aceitos para entrar num mestrado na Europa? Varia muito de país para país? Aqui no Brasil o MEC aceita, mas será que basta comprovar que é aceito aqui para ser aceito lá? Você conhece algum site ou outra fonte de informação pra tirarmos essa dúvida? Muito obrigada!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.