Como fazer pós-graduação no Exterior | Partiu Intercâmbio

Vocês vivem me perguntando como fazer pós-graduação no Exterior. Pois bem, gravei esse vídeo e elaborei esse guia com algumas dicas para quem quer se aventurar e fazer um mestrado fora. Confere aí

Bolsas de mestrado no Exterior

 

Fazer pós-graduação no Exterior tem ser sua meta

Ser humano é bicho difícil. Eu, por exemplo, preciso colocar tudo que eu realmente quero como uma meta bem clara na minha vida. Se fazer pós-graduação no Exterior é seu sonho, coloque ele como meta na sua vida. Sim, comece a se informar sobre programas, custos e quais os pré-requisitos e vá se organizando para tornar esse sonho realidade. E tenha isso como um objetivo na sua vida. Quando eu entrei na faculdade de jornalismo, lá em 2006, eu nem sabia direito o que eu queria da vida, mas eu já sabia que queria estudar no exterior durante a pós-graduação. Sendo assim, fui mantendo o inglês afiado e tentava ter boas notas sempre que rolava. Não importava qual curso eu fosse fazer, eu sabia que essas duas coisinhas me ajudariam no futuro.

>>> Estudar na Alemanha é barato e só você não sabe

 

Comece a procurar cursos no Exterior ainda na graduação

Não custa nada usar o google e procurar por cursos para fazer pós-graduação no Exterior mesmo antes de terminar a graduação. E não me venham com aquela mentira “já procurei por tudo e não achei nada”. Então, você não procurou direito. Achar bolsa para fazer pós-graduação no Exterior é bem mais difícil do que achar um curso no exterior. Então, não misture uma coisa com a outra. Começar o quanto antes a procurar cursos que te agradem vai ajudar, assim você já vai sabendo desde sempre o quanto eles custam, quais os pré-requisitos para ser aceito e vai se preparando desde muito cedo pra quando você receber o seu diploma já poder aplicar para fazer pós-graduação no exterior sem treta. Neste vídeo, eu falo sobre se tem a possibilidade de aplicar para fazer pós-graduação no Exterior mesmo antes de terminar a graduação e quais fatores importantes na hora de decidir por isso ou não.

>>> Como achar cursos de graça em inglês na Alemanha

 

Fazer pós-graduação no Exterior não rola de um dia pro outro

Pra fazer pós-graduação no Exterior, comece a se organizar com pelo menos seis meses de antecedência. Sei que tem um monte de histórias de gente que fez tudo na correria, tipo a Lara que foi estudar na França e resolveu aplicar para os cursos no dia em que as inscrições fechavam e tudo deu certo, mas a verdade é que o quanto antes você começar a se programar, menos estressante vai ser pra você. A maioria das pessoas precisa de, pelo menos um ano, entre começar a aplicar pros primeiros programas e, de fato, ir fazer mestrado no Exterior.

>>> Como fazer pós-graduação e trabalhar no Canadá

Documentos para fazer pós-graduação no Exterior

A documentação exigida por diferentes cursos de pós-graduação no Exterior pode variar bastante. Mas de modo bem geral, se você quer fazer pós-graduação no Exterior, no mínimo, você vai precisar de documentos como:

>> O que é a Apostila de Haia

 

Precisa saber inglês para fazer pós no Exterior

Se precisa saber inglês ou não para fazer uma pós no exterior vai depender se seu curso será em inglês ou não. A maioria das seleções pedem certificados que comprovem que você tem proficiência no idioma em que o curso será ministrado. Óbvio que no caso de cursos em Portugal em português isso não se aplica. Fazer pós-graduação com certeza vai ajudar na sua fluência no idioma, porém, você precisa ter em mente que você vai ter que, para aproveitar o curso, você precisa participar das aulas, ler, escrever artigos e também uma dissertação (em muitos casos) no idioma do curso. Pós-graduação no Exterior não é um curso de idiomas cujo objetivo é melhorar sua fluência. Para isso você pode passar um tempo melhorando suas habilidades no país antes de entrar em um curso universitário. Aqui no site já até explicamos como funciona o visto para se preparar para entrar na universidade na Alemanha.

Se você passou na prova de proficiência e atingiu o nível que o curso pede para se inscrever, vá sem medo. As universidades não esperam que um estudante estrangeiro já chegue escrevendo academicamente como um nativo. Por conta disso, elas quase sempre oferecem cursos de academic writing e de outras competências necessárias para destravar sua fluência e fazer você perder o medo de escrever em outro idioma.

Ter proficiência em inglês também aumenta MUITO a chance de conseguir bolsa de estudos para fazer pós-graduação no Exterior. Como vocês podem ver no buscador do Partiu Intercâmbio, a maioria das bolsas exige nota no TOEFL ou IELTS. Então, fazer essas provas abre todo um mundo de possibilidades para estudar fora pagando bem menos ou nada.

>>>> Dicas de um professor americano pra destravar o seu inglês

 

Posso fazer pós-graduação no Exterior em outra área?

No geral, pode fazer pós-graduação no Exterior em uma área que não é da sua graduação. No entanto, normalmente as seleções pedem que você comprove que a essa mudança faz sentido na sua carreira acadêmica e/ou profissional, seja com as suas experiências de trabalho ou acadêmicas. A dica é ler muito bem o edital do curso para o qual você quer se candidatar a entender bem o que eles querem dos candidatos e como você pode explicar sua mudança de área pro comitê de seleção. Outra coisa bem interessante é entrar em contato com os organizadores do curso para explicar sua situação e perguntar se eles aceitam pessoas de outras áreas. Perguntar é sempre a melhor que desistir de cara saída 😉

Os tipos de pós fora

Antes de mais nada, é preciso entender que existem diversos tipos de pós-graduação no Exterior e que nem todas elas são como mestrados (strictu sensu) porque existem cursos como especialização, MBA e mestrado acadêmico. É importante entender o que cada curso oferece qual a equivalência dele no Brasil até para não se frustrar na volta por conta da validação do diploma.

Master in Business Administration, o MBA

O MBA (Master in Business Administration) é um curso lato sensu bastante procurado por empresários, executivos e gestores. É considerado um mestrado profissional ideal para quem busca aprimorar conhecimentos de administração e obter uma visão aprofundada e global do mundo corporativo. Exatamente por isso seu foco é mais na prática do que na teoria.  Dependendo de onde você vai fazer o curso ele pode durar de um a dois anos. Em geral, os MBAs no Exterior exigem o envio de nota do GRE ou GMAT

MPA e MPP

Esses são programas de mestrado focados em Administração Pública (MPA)  ou Políticas Públicas (MPP). O primeiro foca mais em gestão e implementação de políticas públicas. O segundo tem ênfase em pesquisa e avaliação. O DAAD, Serviço de Intercâmbio Acadêmico Alemão, tem um programa de bolsas voltado completamente para mestrados com foco em Políticas Públicas e Boa Governança, o programa Helmut Schmidt.

Mestrados

É possível fazer mestrado no Exterior nas mais diversas áreas: de artes e cinema até ciências e saúde. Em geral, são cursos com foco mais acadêmico e em pesquisa. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, você não necessariamente precisa ter tido grande produção acadêmica ou mesmo envolvimento com pesquisa durante a sua graduação no Brasil para ser aceito em um mestrado no Exterior. Outra diferença importante sobre às pós-graduações no Exterior é que a maioria delas não exige projeto de pesquisa. Na minha humilde opinião, as seleções de mestrado no Brasil são muito mais complexas que as seleções no Exterior. Afinal, pra maioria dos cursos você vai precisar de cartas de recomendação, carta de motivação, prova de proficiência no idioma e análise de histórico escolar e currículo profissional.

 

Precisa de ajuda para fazer pós-graduação no Exterior?

Se você quer fazer pós-graduação no Exterior mas tá completamente perdido e precisa de ajuda, existem alguns programas específicos para quem precisa de ajuda para se candidatar para as universidade dos Estados Unidos, por exemplo, como o Oportunidades Acadêmicas do EducationUSA que ajuda os selecionados do início ao fim do processo. Outra opção interessante é ver toda a nossa playlist no YouTube sobre mestrado no Exterior para tirar dúvidas.

No entanto, se você tá perdidão e precisa de ajuda também dá pra falar com o Partiu Intercâmbio. Sim, a gente presta consultoria ajudando quem quer fazer pós-graduação no Exterior com cartas de motivação e de recomendação, ajuda para preencher application, escolha das universidades, ajuda na busca por possíveis bolsas e tudo mais. Se você tiver interesse, é só colocar seus dados nesta planilha que a gente faz um orçamento sem compromisso.

Todas as bolsas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter

COMENTÁRIOS

2 respostas para “Como fazer pós-graduação no Exterior”

  1. Nantidje Ussai Camoibotchi Gomes disse:

    Quero tanto fazer mestrado no exterior através duma bolsa. Sou da nacionalidade Guineense ( Bissau).

  2. Alline Carvalho disse:

    E a bolsa de estudo entra aonde nisso tudo ????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.