Bolsa Erasmus+ para mestrado em Big Data na Europa

 

Tem mais bolsas Erasmus para estudar em vários países europeus em um único curso com TUDO pago. Esta é para um mestrado em Big Data e Análise de Dados. As instituições que sediam o programa ficam na Bélgica, Espanha, Alemanha, Holanda e França.

Bolsas Erasmus

Na era da digitalização de praticamente todos os aspectos da vida, precisa-se cada vez mais de especialistas nessa área. Para suprir essa demanda e promover uma inovação que traga benefícios econômicos e sociais, foi criado o programa Big Data Management and Analytics (BDMA).

O mestrado em Big Data e Análise de Dados é um programa Erasmus Mundus Joint Master, ou seja, um curso único oferecido em conjunto por várias universidades. E, como era de se esperar, tem bolsas Erasmus +!

Os benefícios para estudantes de países parceiros (grupo no qual o Brasil se encaixa) podem chegar a 49 mil euros. O valor inclui:

  • Total do curso: 18 mil euros (9 mil/ano);
  • Subsídio mensal de 1 mil euros (máx. 24 meses);
  • Auxílio para instalação e despesas de viagem: 4 mil euros por ano.

>>> Em quais países é barato fazer pós-graduação

O curso tem duração de dois anos e é oferecido por cinco instituições de ensino:

  • Université Libre (ULB), na Bélgica: 1º semestre
  • Universitat Politècnica de Catalunya (UPC), na Espanha: 2º semestre
  • Technische Universitat Berlin (TU Berlin), na Alemanha: opção para 3º e 4º semestres
  • Technische Universiteit Eindhoven (TU/e), na Holanda: opção para 3º e 4º semestres
  • Université François Rabelais Tours (UFRT), na França: opção para 3º e 4º semestres

Durante os três primeiros semestres, os estudantes irão morar em três países diferentes. No quarto semestre poderão escolher onde desejam realizar a sua dissertação. O objetivo do programa é criar uma rede de especialistas e pesquisadores em Big Data e Business Intelligence de todo o mundo.

>>> Como validar mestrado do Exterior no Brasil

Quem pode se candidatar ao mestrado em Big Data

O BDMA é voltado para graduados com diploma na área científica e especialização em informática em uma universidade “acreditada”. Isso significa estar listada no Banco Mundial de Base de Dados de Ensino Superior (WHED) ou em outros rankings, como Times Higher, Academic Ranking of World Universities ou QS World University Rankings.

Além disso, é necessário ter no mínimo nível B2 em inglês comprovado através de certificado como IELTS, TOEFL ou outra diploma, já que essa é a língua oficial do curso.

>>> Como ganhar bolsa de estudos para estudar fora

Como se inscrever pro mestrado em Big Data na Europa

Para quem quer concorrer a uma das bolsas, a candidatura online deve ser feita até 15 de dezembro. Porém, o interessado precisa se ligar também em outras datas: até o fim de janeiro, ocorre a notificação para proceder com o envio dos documentos físicos (em papel); o prazo para carregar as cartas de recomendação no sistema vai até 31 de dezembro; e, por fim, os documentos físicos devem ser recebidos pela instituição até o meio de fevereiro.

>>> Bolsistas brasileiros do programa Erasmus dão dicas

Os documentos exigidos para aplicar para o mestrado em Big Data e Análise de Dados devem estar todos em inglês ou devidamente traduzidos. As cópias devem ser autenticadas. São eles:

É importante destacar que primeiro você faz a inscrição online e carrega esses documentos digitalizados. Depois, se for notificado, deverá enviar os documentos em papel. Isso quer dizer que você só vai precisar enviá-los por correio se for selecionado. Se for o caso (vamos ficar torcendo!), o endereço você encontra aqui.

>>> Como fazer pós-graduação no Exterior

A seleção será baseada em vários fatores: nos créditos relacionados à ciência da computação que o candidato tiver no histórico acadêmico; no seu desempenho na universidade; na experiência profissional; na carta de apresentação e nas cartas de recomendação.

Saiba tudo sobre as bolsas
Veja o programa do mestrado
Inscreva-se

Todas as bolsas abertas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Quem tiver dúvidas, pode entrar no grupo do Partiu Intercâmbio no Facebook e postar por lá que a gente responde. Já pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

Economize no pagamento da taxa de cursos no Exterior

Remessa Online é parceira do Partiu Intercâmbio e garante 15% de desconto no spread de transações em moeda estrangeira para os leitores: só usar o código partiuintercambio no site para garantir o benefício! O site e o atendimento todo são feitos em português e o Remessa é das poucas plataformas quem autorizam transferências para pessoas jurídicas e estabelecimentos comerciais. Assim, você pode pagar a matrícula do seu curso fazendo uma boa economia. No lugar de pagar os 12% que seu banco cobra, com os nossos parceiros você paga só 1,3% de taxa sobre a operação e ainda tem o desconto de 15% sobre a taxa ao usar o código partiuintercambio no site.

COMENTÁRIOS

2 respostas para “Bolsa Erasmus+ para mestrado em Big Data e Análise de Dados na Europa”

  1. Oliveira disse:

    Oi Bruna, não achei falando dos cônjuges em nenhum lugar. Essas bolsas incluem os cônjuges ou dependentes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.