Como fazer intercâmbio na faculdade? Entenda a mobilidade acadêmica

Início » vídeo » Como fazer intercâmbio na faculdade? Entenda a mobilidade acadêmica

Você vive ouvindo falar em estudar fora durante a graduação, mas você não faz ideia sobre como fazer intercâmbio na faculdade? Fica calmo, dá o play nesse vídeo que você vai entender tudinho sobre a mobilidade acadêmica.

O que a mobilidade acadêmica

É basicamente quando você para uma outra universidade em algum outro lugar do mundo fazer um ano ou um semestre do seu curso. As boas universidades têm acordos com universidades em outros países e por conta disso, o acesso dos alunos daquela instituição é facilitado. Eu, por exemplo, estudei na UFRGS. A UFRGS tinha uma porção de acordos com uma porção de universidades no mundo todo e eu escolhi aplicar para um semestre do curso de comunicação na Universidade de Tübingen, na Alemanha. As universidades e os países com as quais uma universidade tem acordos variam bastante. Então, tem que sempre se ligar e ver se a universidade para onde você quer ir oferece a oportunidade de estudar o seu curso específico lá e quais as condições do acordo da sua universidade no Brasil com a universidade no Exterior.

 

Como descubro para quais universidades posso fazer intercâmbio na Faculdade

Para isso você precisa ir no departamento da sua universidade que é responsável por esses acordos. Em algumas universidades ele se chama Departamento de Mobilidade Acadêmica, em outras ele chama Departamento de Relações Internacionais. O nome é o que menos importa, o que importa é você descobrir essa página no site da sua universidade ou onde fica essa salinha e ir lá conferir com quais universidades sua instituição tem parceria.

 

Como escolher onde fazer intercâmbio na faculdade

Tá aí uma pergunta difícil. Mas você tem que levar em conta para onde você quer ir, quais matérias a universidade oferece para que você possa fazer, quanto custa viver no lugar para onde você quer ir e também o idioma do lugar. Eu, por exemplo, escolhi fazer mobilidade acadêmica na Alemanha porque um dos meus objetivos era melhorar o alemão e aproveitar as matérias no meu currículo da universidade no Brasil. Isso provavelmente não teria acontecido (ou teria sido muito difícil) se eu não soubesse alemão.

Isso significa que eu estou dizendo que você não deve fazer mobilidade acadêmica no país X ou Y só porque você não sabe a língua? Não. Porém, ao optar para ir para um país cuja a língua você não sabe, é bom ser realista com as expectativas. Afinal, dependendo do quão difícil for a língua, talvez você não consiga acompanhar aulas muito avançadas ou não consiga passar nas matérias que você vai fazer.

 

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. Lá eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *