doutorado em bioeconomia daad alemanha

Doutorado em bioeconomia e sistemas alimentares sustentáveis na Universidade de Giessen com bolsa do DAAD

O doutorado em bioeconomia e desenvolvimento rural da Universidade de Giessen é um dos cursos financiados pelo DAAD com bolsas EPOS para estudantes de países em desenvolvimento. As inscrições devem ser feitas entre 30 de abril e 31 de outubro.

O IPPAE (International PhD Program for Agricultural Economics, Bioeconomy and Sustainable Food Systems) é um doutorado em economia agrícola, bioeconomia e desenvolvimento rural. O programa é interdisciplinar e tem foco na pesquisa empírica para a solução de problemas em termos de economia agrícola, sociologia agrícola e uso sustentável de recursos.

A duração do programa de Doutorado em Economia Agrícola, Bioeconomia e Sistemas Alimentares Sustentáveis na Alemanha é de 42 meses e o curso inicia sempre em outubro. No entanto, antes das aulas, os estudantes devem participar de um curso obrigatório de alemão, que começa em 1º de agosto.

Para os interessados em candidatar-se ao doutorado no Programa de Economia Agrícola, Bioeconomia e Sistemas Alimentares Sustentáveis (IPPAE), é importante estar ciente dos requisitos do curso. Durante o primeiro semestre de inverno, após o curso de língua alemã, os candidatos devem cursar três módulos na Justus-Liebig-University. É obrigatório obter uma nota mínima de 10 (de 15) nestes módulos. Caso a nota seja inferior a 10, será necessário refazer o exame ou realizar outra avaliação no próximo semestre.

A aprovação nestes módulos é fundamental para a matrícula como candidato a doutorado. Os candidatos têm liberdade para escolher os três módulos conforme a programação da faculdade ou de faculdades relacionadas, sendo recomendado selecionar cursos que preencham lacunas de conhecimento teórico e metodológico.

Além disso, o programa também promove o Seminário Doutoral IPPAE, que ocorre semanalmente durante os períodos letivos de inverno e verão. Este seminário visa compartilhar e discutir abordagens de pesquisa e progresso, além de questões administrativas. É uma oportunidade para receber feedback dos colegas e dos coordenadores do programa de doutorado em bioeconomia, bem como para aprimorar habilidades de apresentação científica. O programa também inclui etapas de trabalho de campo no país de origem, coleta de dados, análise e redação da tese, culminando na defesa e publicação do trabalho de pesquisa realizado.

Como são as bolsas do DAAD para o doutorado em bioeconomia

As bolsas do DAAD EPOS para o doutorado em bioeconomia incluem salário mensal de 1.200 euros, suporte para familiares, um voo anual para o país de origem durante três anos, auxílio de 460 euros anuais para despesas com laptops, roupas e participação em conferências.

Além disso, os bolsistas têm direito também a um subsídio de trabalho de campo de no máximo 2.500 euros e um auxílio de 1.200 para publicação da tese. O programa inclui, ainda, financiamento para curso de alemão no valor de 410 euros e acomodação.

>>> Bolsas de doutorado fora do Brasil

Quais os requisitos para se candidatar ao doutorado na Alemanha

Para fazer o doutorado em bioeconomia e desenvolvimento rural, é preciso cumprir os requisitos de ingresso:

  • Ser de um país em desenvolvimento (Brasil e praticamente todos países da América Latina e África estão na lista);
  • Não ter residido na Alemanha por 15 meses consecutivos ou mais a contar do prazo de inscrição;
  • Não ter recebido suporte do DAAD nos últimos dois anos;
  • Ter dois anos de experiência profissional;
  • Ser fluente em inglês;
  • Ter mestrado em economia agrícola ou áreas afins com média mínima A ou B;
  • Não ter terminado o mestrado há mais de seis anos.

>>> Bolsas na Alemanha com foco em Políticas Públicas

Como se candidatar para fazer o doutorado em bioeconomia com bolsa

A candidatura ao doutorado em bioeconomia e desenvolvimento rural na Alemanha pode ser feita online pelo portal da universidade. Ao aplicar, o candidato deverá anexar a documentação solicitada:

  • Formulário do DAAD;
  • Carta de motivação;
  • Currículo (modelo Europass);
  • Lista de publicações;
  • Traduções juramentadas do certificado de conclusão do ensino médio, histórico acadêmico, diplomas universitários;
  • Certificado de proficiência em inglês (TOEFL ou IELTS);
  • Duas cartas de recomendação;
  • Comprovação da experiência profissional;
  • Projeto de pesquisa (5 a 8 páginas).

As informações detalhadas sobre os documentos solicitados estão no site do curso. Vale ficar atento porque muitos devem ser assinados e existem orientações específicas sobre o envio e o formato dos arquivos.

>>> Green card alemão: como tirar

A Universidade de Giessen

A Justus-Liebig-Universiat Giessen, fica na cidade de Giessen, na região central da Alemanha, é uma instituição de ensino superior de renome internacional. Fundada em 1607, a universidade tem uma longa história de excelência acadêmica e inovação. Oferecendo uma ampla gama de cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento, a Justus-Liebig-Universidade Giessen é conhecida por sua pesquisa de ponta em ciências naturais, ciências sociais, humanidades e áreas da saúde.

Com instalações modernas e recursos de última geração, a Justus-Liebig-Universidade Giessen continua a desempenhar um papel significativo na educação e no avanço do conhecimento em todo o mundo. A instituição leva o nome de Justus von Liebig, fundador de métodos modernos de transferência de conhecimento prático em química e assuntos científicos relacionados. Von Liebig foi nomeado Professor de Química na Universidade de Giessen, onde se envolveu intensamente em pesquisas de química orgânica. Entre algumas de suas criações notáveis estão fertilizantes artificiais, extrato de carne e fermento em pó.

Precisa de ajuda para candidatar?

O Partiu Intercâmbio tem um programa de mentoria para estudar fora que já ajudou milhares de brasileiros a ganharem bolsas de estudos para estudar no Exterior. Confira no vídeo abaixo o que alguns dos nossos mentorados têm a dizer sobre o auxílio oferecido pela mentoria do Partiu Intercâmbio:

Aqui você pode conferir o que nossos mentorados falam sobre nosso programa de auxílio. A mentoria abre inscrições todos anos em janeiro e em julho e você pode se inscrever para receber avisos de quando as inscrições abrem e alertas de bolsas de estudos no Whatsapp.

Tá com dúvida se o acompanhamento completo da mentoria faz sentido pra você? Marque um horário individual pra tirar dúvidas e encontrar as melhores oportunidade pro seu perfil.

Economize em moeda estrangeira do Brasil

Recomendamos juntar dinheiro em moeda estrangeira e pagar a taxa da sua prova de proficiência usando a conta multimoedas do Wise (ex-Transferwise). A conta é gratuita e com ela você faz pagamentos da taxa de inscrição em processos de seleção em universidades ou junta dinheiro em moeda estrangeira com taxas muito menores. No lugar de pagar os 12% que seu banco cobraria, com o Wise você paga só 1,3% de taxa sobre a operação ou menos

Saiba mais sobre o curso e as bolsas
Veja informações sobre a candidatura

Toda semana tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no TikTok, no Twitter e no LinkedIn. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Já quem quer receber alerta de novas bolsas de estudo pode se inscrever no nosso canal no no Telegram ou na nossa newsletter é grátis. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. A gente também presta consultoria para orientar quem quer estudar no Exterior entre em contato e realize o sonho de estudar fora!

Sobre o autor

Bruna Passos Amaral

Bruna Passos Amaral é jornalista, viajante, entusiasta da educação. e apaixonada por idiomas. Na bagagem da criadora e mentora do Partiu Intercâmbio, já pesam dez intercâmbios - três nos Estados Unidos, seis na Alemanha e um na Finlândia.

Bolsas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quem faz?

Bruna Passos Amaral é jornalista, viajante, entusiasta da educação e apaixonada por idiomas. Na bagagem, são nove intercâmbios – dois nos Estados Unidos, seis na Alemanha e um na Finlândia – e passeios por diversos países. Participe, mande relatos, perguntas ou sugestões. Os comentários no site são sempre respondidos!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e saiba das bolsas de estudos antes.

Redes Sociais