O que precisa para fazer graduação de graça na Alemanha?




“O que precisa para fazer graduação de graça na Alemanha?”, nos últimos tempos, muita gente me fez essa pergunta. Afinal um montão de gente veio parar aqui no blog por conta de uma matéria publicada em vários sites e revistas brasileiros dizendo que na Alemanha é possível fazer universidade sem pagar nada mesmo sendo estrangeiro. Em um post, já falei que fazer pós-graduação na Alemanha é mais barato do que você pensa e, em muitos casos, muito mais barato do que no Brasil. Acontece que graduação e pós-graduação na Alemanha são duas coisas bem diferentes.

Bolsas na Alemanha

Então, muita calma nessa hora! A maioria dos textos publicados em grandes revistas e sites é (ao meu ver como jornalista) um pouco irresponsável, porque joga a notícia no ar e simplesmente não informa e nem responde as principais perguntas de quem se interessa pelo assunto. Então, para ajudar quem quer estudar na Alemanha, vou fazer uma série de posts sobre o assunto. Se alguém tiver alguma sugestão, só dar um alô nos comentários. Hoje começamos com um post sobre o que precisa para fazer graduação de graça na Alemanha. Um guia com o básico para começar a pensar se uma empreitada dessas vale a pena para você ou não.

Preciso falar alemão para fazer graduação de graça na Alemanha?

Em via de regra, sim, mas depende do curso e da Universidade. Na graduação, a grande maioria dos cursos oferecidos são em alemão mesmo, mas já existem vários cursos completamente em inglês. Para poder fazer faculdade na Alemanha de graça, você precisa comprovar que tem, pelo menos, o nível B1 de alemão.  Algumas universidades podem exigir um nível mais alto. Mesmo que você queria estudar em um curso em inglês, ter um mínimo de conhecimento do idioma é bem legal. Afinal, é bem deprê passar quatro anos num país estudando e não saber nem pedir pão na padaria. Mas isso é a minha opinião, claro. No caso dos cursos para fazer graduação de graça na Alemanha em alemão, o bom conhecimento é essencial para que você possa ler e redigir textos, acompanhar as aulas e participar de conversas dentro do ambiente acadêmico.

>>> Goethe-Zertifikat: prova de proficiência em alemão

Terminei o Ensino Médio no Brasil posso fazer graduação de graça na Alemanha?

Na verdade, não. O certificado de conclusão do Ensino Médio brasileiro não é o suficiente para ingressar em uma universidade e fazer graduação de graça na Alemanha. Os estudantes aqui precisam ter o certificado do Abitur para poder entrar na Universidade. No exterior, poucas escolas alemãs oferecem as possibilidade de fazer o Abitur. Para explicar rapidamente (e bem por cima), no último ano do Ensino Médio na Alemanha, os alunos passam por algo que pode ser comparado ao nosso vestibular: uma série de provas descritivas e orais super específicas em todas as matérias que eles cursam na escola. As notas destas provas são somadas às notas do aluno nos últimos dois anos. O peso das notas dos anos anteriores é menor, claro, mas ajuda a fazer a média total. Tendo essa média e o certificado do Abitur, os estudantes podem se inscrever para as universidades. Assim como no Brasil, cursos mais concorridos, como medicina ou direito, exigem médias mais altas.

>>> Como é morar na Alemanha sem saber alemão

Graduação de graça na Alemanha sem o Abitur:

Quem não possui um Abitur, mas quer fazer graduação de graça na Alemanha tem duas opções: iniciar os estudos em uma universidade no país de origem, cursar um ano e pedir transferência. Ou cursar um ano de Studienkolleg na Alemanha após a conclusão do Ensino Médio no Brasil. O Studienkolleg nada mais é do que um complemento ao nosso  Ensino Médio. Para isso, o candidato precisa ter concluído os estudos no Brasil. O Studienkolleg funciona como uma “ponte” para ajudar o estudante a se integrar na cultura acadêmica alemã. O curso é uma preparação específica para estudantes estrangeiros e voltada diretamente para a área de interesse dos estudantes. Mas atenção: para fazer o Studienkolleg é necessário comprovar conhecimento da língua alemã antes de começar o curso. Se esse não é o seu caso, existe um visto para quem está se preparando para entrar na universidade.

alemanha mapa dicas

 

> Como achar cursos em inglês e de graça na Alemanha

Como funciona o Studienkolleg?

Em via de regra, o Studienkolleg dura um ano e é em tempo integral. Se você for um super gênio e tiver desempenho excelente, é possível encurtar o tempo para um semestre. Caso você não passe em algum semestre, é possível repetir apenas uma vez. Ou seja,  a função toda pode durar, no máximo, dois anos. No último semestre, os alunos fazem um exame final chamado de Feststellungsprüfung (FSP). Com a nota da FSP e o certificado de conclusão do Studienkolleg, você tem direito a se inscrever para qualquer universidade alemã e esta apto a fazer graduação de graça na Alemanha.

>>> Brasileiros contam como é estudar na Alemanha

Como posso ser aceito em um Studienkolleg?

Os exames de admissão de cada Studienkolleg são bem diferentes e dependem do que o estudante pretende cursar na universidade. Geralmente, há um teste de alemão e de matemática ou somente o teste de alemão. Informações e amostras testes podem ser encontradas nos sites de cada instituição.

>>> Mentoria do Partiu Intercâmbio

Quanto custa o Studienkolleg?

Assim como as universidades, a maioria dos Studienkollegs na Alemanha são gratuitos, mas taxas semestrais são cobradas. O valor depende da cidade e do tipo de curso, mas geralmente fica entre entre 100 e 400 euros por semestre. Além disso, o estudante também precisa ter dinheiro para pagar o seguro-saúde obrigatório, livros, acomodação e alimentação. Estima-se que um estudante necessite entre 600 e 750 euros por mês para se manter no país.

>>> 5 coisas que eu não gosto na Alemanha

Existem bolsas para o Studienkolleg?

Não. Os interessados devem possuir meios para se financiar na Alemanha. Até hoje nunca encontrei oportunidade de bolsa para este tipo de curso. 

Posso trabalhar enquanto faço Studienkolleg?

O visto de estudante que quem faz o Studienkolleg recebe não permite trabalhar legalmente no país. Além disso, se você quer ter uma boa nota no final para ser aceito no curso e na universidade que você deseja, vale a pena se empenhar e estudar bastante. Por isso, o recomendado que se tenha dedicação exclusiva ao Studienkolleg. Se você tiver passaporte de algum país da União Europeia, aí a coisa muda de figura e você pode trabalhar durante o curso mesmo que isso não seja recomendado.

 

Quando iniciam as aulas no Studienkolleg?

Geralmente, o início das aulas é em setembro/outubro, mas isso pode variar de instituição para instituição.

>>> Quais universidades na Alemanha COBRAM de estrangeiros

Como posso comprovar meu conhecimento em alemão?

As opções mais populares são o Goethe-Zertifikat e o TestDAF. Outro exame largamente aceito é a prova de Alemão para a Admissão de Candidatos Estrangeiros ao Ensino Superior (DSH). O DSH é feito somente na Alemanha, geralmente três ou quatro semanas antes do início do semestre letivo. A prova tem módulos orais e escritos, e os resultados são divididos em três níveis: DSH 1, 2 e 3. O estudante só será aceito na universidade se alcançar o nível 2. A prova é gratuita em alguns casos, porém normalmente custa entre 40 e  150 € em algumas universidades.

> Curso de alemão na Alemanha para fazer faculdade

 

Estudar na Alemanha é de graça mas…

As universidades alemãs não cobram tuitions absurdas de brasileiros, mas vale sempre lembrar que Universidade de graça não é mesma coisa que estudar no exterior com tudo pago. Assim como em qualquer outro país no mundo, para tirar seu visto de estudante estrangeiro na Alemanha, você vai precisar comprovar que tem 861 euros por mês para se sustentar no país e cubrir seus custos de vida.

>> DAAD: as melhores bolsas para estudar na Alemanha

 

Posso trabalhar na Alemanha ao terminar a graduação?

Sim. Todos estudantes que terminam cursos universitários (graduação, mestrado ou doutorado) podem tirar um visto de 18 meses para procurar emprego no país. Você conseguindo trabalho na Alemanha na sua área você pode ficar trabalhando indefinidamente no país mesmo que não tenha passaporte europeu, como eu já contei aqui no Partiu Intercâmbio. Sendo assim, a Alemanha é um ótimo destino para quem quer contruir uma carreira internacional mesmo só com a cidadania brasileira 🙂

 

Atualização:

Pra quem já tem diploma universitário ou fez algum curso técnico e ainda assim quer estudar/trabalhar na Alemanha, nesse site aqui, o Recognition in Germany, dá pra encontrar mais informações sobre reconhecimento de diplomas estrangeiros na Alemanha.

Isso é o básico. Assim que der, me aprofundo no assunto e posto mais informações sobre estudar na Alemanha. Qualquer dúvida ou sugestão é só entrar em contato pelos comentários 😉

+ Bolsas de estudos

Toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. A gente também presta consultoria para quem quer estudar no Exterior e você pode pedir um orçamento sem compromisso

COMENTÁRIOS

140 responses to “Estudar na Alemanha: o que precisa para fazer graduação de graça na Alemanha?”

  1. Karla says:

    Olá, tudo bem?
    Eu tenho a cidadania alemã, eu consigo fazer um financiamento para a faculdade na Alemanha?
    Se o curso é em inglês, eu preciso ainda fazer o processo todo para entrar na faculdade?

  2. Raisa Oliveira says:

    Olá Bruna tudo bem, gostaria de saber mais sobre
    Studienkolleg, é para qualquer ideia, ou te classificação…. Me tira essa dúvida por favor…. Desde já grata…. Ótimo post

  3. Tendo o Abitur . Como saber qual faculdade é melhor e como achar moradia na Alemanha

  4. Tayana says:

    Ola Bruna, no caso de o estudante ter a cidadania alemã, como fica? Ele se encaixa como estrangeiro, tendo feito o ensino médio aqui no Brasil? Por exemplo, fala alemão, tem a cidadania, mas o diploma do EM é brasileiro. Tem algum degrau a mais ou a menos para esse estudante?
    Também com a cidadania ele poderia trabalhar tranquilamente, certo?
    Estou perguntando por conta do meu filho, ele tem 11 e eu já estou lááá na frente, sonhando um sonho que possa ser dele futuramente!

    • Se você fez EM brasileiro continua precisando fazer o Studienkolleg. Não é uma questão de cidadania, mas sim da diferença do Ensino Médio de lá pro do Brasil. Existem escolas alemãs no Brasil que oferecem o Abitur. Pode trabalhar tendo cidadania, sim.

  5. Murilo says:

    oie td bem ?

    Muito bom Suas Dicas parabens

  6. Edson j REBESCHINI says:

    Obrigado pelas informações. Uma pergunta importante. O teste final Feststellungsprüfung eh igual pra todos os studienkolleg ou cada um tem a autonomia de fazer o seu teste

  7. Oi, Bruna.
    Estou na metade do curso de Bacharel em Tecnologia da Informação na UFRN. E tbm fiz o técnico em informática no IFRN. Já atuo no mercado de TI a 10 anos e pretendo ir trabalhar na Alemanha (já estou em contato com empresas e pretendo ir quando tiver uma proposta concreta). Contudo, gostaria tbm de estudar/completar minha graduação lá.
    Quais dicas vc pode me dar diante desse cenário?

  8. Bárbara Orbach says:

    Bom dia Bruna! No meu caso, eu me formo no final deste ano em um curso superior, e gostaria de fazer uma nova graduação na Alemanha em meados do ano que vem, pois quero mudar de área. Mesmo neste caso eu precisaria fazer a Studienkolleg? Desde já, obrigada!

  9. Giorgio-e Daniela Gallarotti says:

    Ola Boa tarde,sou a Gilda e estou cursando aqui no Brasil medicina veterinária no 7 período e gostaria de continuar na Alemanha, como devo proceder? Tenho dupla cidadania (italobrasileiro)

  10. Raphael De Castro Pereira says:

    a graduação alemã é aceita no brasil? por exemplo, uma graduação em engenharia na alemanha seria reconhecida pelo crea aqui no brasil?

  11. Tarsila says:

    Olá, eu já terminei quatro semestres no Brasil e gostaria de transferir. Como li o que foi citado, mas ainda tenho dúvidas se eles aceitariam. Você conhece alguma faculdade na Alemanha que se mostra disposta?

  12. Pedro Lopes says:

    Mas ainda resta uma enorme dúvida. Se eu fazer o Studienkolleg em uma instituição posso ser aprovado em outras instuituições na Alemanha, assim como um estudante de lá que acabou de sair do ensino médio?

  13. Rayssa says:

    oi , sabe dizer se é possível isso…
    Eu sou formada no Brasil, já trabalho , mas gostaria de fazer uma outra graduação pois a pós que eu desejo lá só aceita gente dessa outra área. seria como recomeçar do zero . É possivel?…

  14. Leonardo Amorim says:

    Pera ae, então deixa ver se eu entendi. Alí no final a respeito do DSH, então se eu quiser posso optar somente pelo DSH da prova de idioma alemão para ingressar na Universidade e não precisar ir pelas opções citadas lá como por exemplo o Studienkolleg

    e outros? Posso optar somente pelo DSH se eu quiser para ingressar nas Universidades?
    É complicado ir estudar e não poder trabalhar, a não ser que se for fazer o DSH o estrangeiro pode trabalhar no país. Porque estudar e não trabalhar como vou pagar as despesas como aluguel, comida, roupas e depois precisar de um carro, pagar passagens de ônibus/metrô ida e volta para o DSH e Universidade, muito complicado, sou pobre minha família não tem condições nenhuma de ajudar to desempregado no momento mas assim que conseguir emprego já entro em curso de idioma, tenho 31 anos e a respeito do Studienkolleg até 2 anos é muito tempo, somando o tempo que posso levar de ter bom conhecimento no idioma alemão, mais esses 2 anos é muito tempo. Agora se não é obrigatório ir pelo Studienkolleg e pode optar pelo DSH aí já fica melhor, porque aí tem mais 5 anos de curso da Universidade que eu talvez esteja indo beirando os 40 anos, e depois pós graduação, mestrado e doutorado em Design Projeto de Produtos talvez no máximo 44 anos formado. Na Alemanha empresas contratam quem tem acima de 40 anos formado em universidade? (e até em curso técnico no país?)

    Optando somente em fazer prova no DSH pode o estrangeiro trabalhar e estudar? Eu quero trabalhar também, agora se não pode aí tá fodendo com quem não é rico nem classe média e sim pobre. Eu quero direito como cidadão alemão, trabalhar e estudar.

  15. João R Friggo says:

    Oie, boa noite!
    Você comentou rapidamente ali que você pode simplesmente pedir transferência pra uma universidade Alemã… COMOFAS???
    Eu tô no quarto período de Engenharia Química na UFRJ e gostaria MUITO de conseguir essa transferência :3
    Desde já, obrigado.

  16. Juliana Hochileitner says:

    O que fazer quando se tem a dupla nacionalidade alemã, porém nunca visitou a Alemanha? (tendo o conhecimento do inglês)

  17. Maira Munhoz says:

    Bruna… Eu estou no segundo ano de medicina no paraguay, me falaram que há essa possibilidade de transferir a partir do segundo ano mesmo de graça e só pagar uma taxa semestralmente, sei que tem que saber inglês e um mínimo de alemão, você sabe se daria pra eu transferir , mesmo estudando no paraguay? Me informaram tb que o tempo talvez eu conseguisse reduzir, e a especialidade que quero seguir é muito forte lá e mais rápido também… Meus documentos estão todos regularizados lá ,será que teria a possibilidade de ir? E se tiver, para qual faculdade? Obrigada, por favor aguardo ansiosamente a sua mensagem!

  18. Nicole Shimizu Rodrigues says:

    Bom dia, Bruna, tudo bem?
    Gostaria de falar com você em particular, pode me ajudar? Meu e-mail para contato: [email protected], se quiser me mandar o seu tbm. Obrigada.
    OLHA, ÓTIMO TEXTO, PARABÉNS, ADOREI!

  19. Joao Souza says:

    Super simples estudar na Alemanha né, só falar alemão e dispor de 700 euros por mês! Não entendi onde tá a facilidade do anunciado?

  20. Daniel Almeida says:

    Faço Engenharia Civil na UFF (Universidade Federal Fluminense) em Niterói, RJ. Estou no 7º período da graduação e gostaria de fazer um intercâmbio na Alemanha por 6 meses (mais ou menos), o que fosse equivalente a um semestre na faculdade de lá. Quero ir para fazer matéria de graduação em Engenharia Civil mesmo. Tipo um ciências sem fronteiras, só que por 1 período, e não 2. Meu nível de língua alemã é básico, sendo assim, eu tenho um amigo que mora na Alemanha e aí eu iria para lá uns 2 meses antes de começar o intercâmbio para melhorar o nível da língua enquanto ficasse na casa dele.
    Como eu faço para conseguir fazer esse intercâmbio na Alemanha? Não estou conseguindo achar informações suficientes sobre o assunto.
    Desde já, grato.

  21. leonardo jansen says:

    olá, excelente texto tirou varias duvidas minhas.
    eu concluir o ensino médio pelo a nota do ENEM, se eu quiser fazer um mestrado ou graduação na Alemanha é aceito?
    o histórico escolar pedido pelas instituições alemãs pode ser substituído pelo certificado de conclusão? pois não tenho o histórico devido o termino pelo ENEM
    Obrigado.

  22. Romário Eichlig says:

    Tudo bom, Bruna?

    A minha dúvida é um pouco mais específica: eu já sei que posso estudar 2 anos no Brasil e pedir transferência…

    Mas vamos supor que eu já seja graduado no Brasil, isso me permite fazer OUTRA GRADUAÇÃO na Alemanha sem problemas?

    Esse é meu grande objetivo agora! Muito obrigado!

  23. Hugo Cortes says:

    Olá, estou cursando o quarto semestre numa faculdade federal aqui do brasil, gostaria de tentar transferencia , mas não consigo achar informação suficiente para entender como funciona a tal transferencia….

  24. Ygor Marques de Lucena says:

    ola! parabéns pelo texto. Eu tenho uma duvida, vc sabe se apenas até o 4 semestre da instituicao de ensino superior brasileira é possivel transferir?

  25. Sandra says:

    Ola Bruna, parabens pelas informa;es.Estou com meu filho nos USA, terminando o ano ultimo do High School, ele estudou no colégio Alem;ao no Brasil por 10 anos, náo tem certifica;áo, tem o conhecimento da lingua alemã e fala fluente o inglês. Gostaríamos de ir para Alemanha, voce acha que ele conseguiria ingressar em Engenharia Mecanica?

  26. Lilian Brito says:

    Olá… bom, eu tenho uma dúvida! Estou cursando o 3° ano do EM em uma escola estadual, porém, no meio do ano, irei refazer o meu terceiro ano em um intercâmbio para Taiwan. Será que com esse diploma eu conseguiria fazer minha graduação na Alemanha sem precisar do Studienkolleg e tudo mais?
    OBS: Sou fluente em inglês, com toelf e tudo mais, porém não sei nada em alemão

  27. Jardel Soares says:

    Bruna,

    Apesar do post ser um pouco mais antigo, foi o mais completo e conciso que achei sobre o assunto. Parabéns!

    Queria tirar uma outra dúvida contigo: vc conhece alguma modalidade de intercâmbio em que eu poderia receber um(a) intercambista em minha casa e, em seguida, ser recebido por este outro intercambista na alemanha, para que eu possa fazer meu próprio intercâmbio?

    Grande abraço e parabéns por sua iniciativa!

  28. Giovana Cunha says:

    Olá Bruna, há algum tempo comecei a me interessar por fazer graduação na Alemanha, esse post é um pouco antigo, eu sei, mas foi bastante esclarecedor para mim. Queria te agradecer e fazer uma pergunta. Se eu fizer o Studienkolleg, a universidade pede só o Studienkolleg ou também pede o histórico escolar do ensino médio feito aqui?

    • Rachel says:

      Eu tb tenho essa dúvida. Uma coisa é estar apto pra entrar em qualquer universidade após fazer o studienkolleg, até aí tudo bem. Mas é se o curso têm concorrência? Pesa a nota final do studienkolleg sozinha ou as notas do colégio TB? Impossível achar essa informação, não encontrei em lugar nenhum 🙁

  29. Jau says:

    Bom dia, Bruna! Muito obrigado pelo artigo. Muito bom e esclarecedor! Queria te perguntar sobre aquela quantia X em euros que tem que ter numa conta bloqueada para mostrar a eles na hora de tirar o visto de estudante. É verdade isso? Eu também já sou formado aqui e estou querendo ir pra lá para fazer outra graduação, nesse caso mesmo assim eu precisaria do Studienkollege? Ainda estou no nível B1 do alemão. Poderia me esclarecer, por favor?
    Muito obrigado desde já!

  30. karina ferriera says:

    ola , queria saber se você saberia dizer como é o processo de transferência de faculdade , no caso de eu começar no Brasil a estudar ao invés de fazer o “studienkollege ” , existe diferença se a faculdade aqui é publica ou privada ? e por fim, qual das duas opções na sua opinião é mais indicada ?

  31. Samantha Medina says:

    Olá Bruna! Poderia me tirar uma dúvida do assunto?

    Quem já tem diploma de graduação no Brasil e quer fazer uma nova graduação na Alemanha, NÃO precisa do Studienkolleg?

  32. Vinicius Cargnin Schmitz says:

    Bruna Boa noite.
    Estou finalizando meu processo de Cidadania Italiana agora em janeiro de 2016.
    Sou casado e minha esposa ira viver comigo na Alemanha.
    Faz alguma diferença ter cidadania ou ser casada com Europeu no processo de aceitação da faculdade? Serão vagas internacionais que iremos não candidatar?
    Obrigado pelo artigo e aguardo sua resposta.

  33. Rafael Longhini Andrade says:

    ola bruna, tudo bem com voce? Esse seu post me despertou um desejo de fazer faculdade aqui na alemanha ( sim, eu estou na alemanha agora)! Estou cursando a classe 11 aqui na alemanha e volto para o brasil em fevereiro, porem queria saber se eu preciso formar pela escola no brasil ou posso fazer aquelas provas que dao a possibilidade de concluir o ensino medio por elas? O post e meio velho e espero que voce olhe porque tenho muitas outras duvidas e acho que voce e a pessoa certa para quem eu possa perguntar!

    • Rafael, de que provas você está falando ? Supletivo no Brasil? Não entendi sua pergunta. De qualquer maneira, você precisa terminar o ensino médio antes de entrar num Studienkolleg. Isso é certo (e é o mais fácil, porque o Abitur é bem difícil)

      • Rafael Longhini Andrade says:

        Sim, aquelas provas que voce faz para concluir o ensino medio sabe?

        • Você deve terminar o Ensino Médio da maneira que achar que vai ser melhor pra você. Eu, depois de voltar da Alemanha em 2004, terminei com supletivo enquanto já fazia cursinho. Pra mim, deu bastante certo 🙂

          • Rafael Longhini Andrade says:

            O importante e eu ter o papel que comprave que eu terminei tudo ne? Porque a minha duvida é como sera impresso esse pael depois da prova que eu fizer que conta como o meu ensino medio todo sabe? Sisu ou sesec que chama. Ai nao sei se eles podem me pedir as notas do meu terceiro ano que eu nao vou ter, so vou ter o compravente que eu formie entendeu?

  34. Catharine Vilas Boas says:

    Oie Bruna, muito bom o post, bem completo!!! Tenho uma duvida, mesmo se a faculdade escolhida for completamente em ingles eu precisaria comprovar o nivel b1 em alemão? e no caso de ja estar cursando a graduação por mais de 2 anos aqui no Brasil como funcionaria a transferencia? Qualquer faculdade do BR é aceita?
    Satisfação!!!!

    • Catharine, a transferência depende da universidade. Então, o melhor é entrar em contato direto com a universidade onde você quer estudar e preguntar os requisitos para cada curso naquela universidade. O B1 também depende do curso e da universidade, por isso, o mais certo é entrar em contato direto com a Universidade onde você quer estudar e eles vão te orientar da maneira correta.

    • Se o curso é completamente em inglês, você não precisa saber alemão. Sobre a transferência, a coisa mais sensata a fazer é entrar em contato com a universidade para onde você quer se transferir. Eles vão saber te orientar melhor.

  35. Juliana Dalla Costa says:

    Olá. Adorei seu texto e me ajudou muito. Eu já sou graduada em SP, já tenho o diploma em mãos. Eu pretendo concorrer a uma vaga para fazer outra graduação na Alemanha. Eu já falo alemão, estou no C1.1 no Goethe. Eu preciso fazer esse curso de Studienkolleg ou a validação de meu diploma por um tradutor juramentado já vale? E tbm irei fazer teste do Goethe para pegar certificado do B2. Vc pode me ajudar? Obrigada e aguardo.

    • Juliana, se voê já tem graduação vai fazer outra? não sei bem como fica nesse caso. Se você fosse fazer mestrado, era só fazer isso mesmo. No caso, aconselho entrar na página da universidade onde você quer estudar e perguntar como fica no seu caso específico. Acho que também vai depender do curso. Nos mais procurados, acho difícil aceitarem que você “fure” a fila por ter feito outra graduação.

  36. Fernando Manzo says:

    Olá Bruna. Tudo bem? Primeiramente, parabéns pela iniciativa do site. Estou cursando o ultimo ano de economia em uma universidade aqui no Brasil, mas preciso acompanhar uma pessoa que esta fazendo uma pós na Alemanha. Gostaria de pedir a transferência de curso para uma universidade alemã. Você pode me dar uma dicas sobre os passos que eu devo tomar para conseguir a transferência? A universidade pretendida é a Berlin School of Economics and Law, que inclusive tem aulas de economia em inglês. Obrigadão.

    • Fernando a única (e a melhor) dica que eu posso te dar é: entre em contato direto com a universidade para onde você quer ser transferido. Só eles vão saber te orientar corretamente e vão poder te dar detalhes específicos para o seu caso. Abraço

  37. PJ says:

    Oi Bruna, obrigada pelo texto informativo! Gostaria de um esclarecimento. Já sou formada em Engenharia no Brasil, mas quero estudar Medicina na Alemanha. Como o curso é muito concorrido, estou buscando a melhor forma de me candidatar. Estou disposta a fazer um ano de Studienkolleg, se isso for aumentar minhas chances de ser aceita na escola que quero (mesmo sabendo que meu diploma de graduação já me dá acesso às Unis Alemãs). Minhas perguntas: você sabe exatamente como a nota final é calculada para quem faz Studienkolleg (notas do Ensino Médio são contabilizadas junto?)? Tem como usar a nota do vestibular da Fuvest de alguma forma? Muito obrigada!

  38. Raphael Almeida says:

    Oi! Seu post foi o melhor sobre assunto que i até agora, me ajudou bastante, mas tenho uma dúvida. Meu curso na faculdade foi fechado, mas não cheguei a terminar. É possivel eu ja tendo cursado a faculdade por 2 anos entrar num curso de idiomas na alemanha e então depois pedir entrada em uma universidade de lá pra finalizar a faculdade? 🙂

    • Nossa, Raphael, tua dúvida é MUITO específica. Não quero te dar opinião de chutômetro. Para saber isso, só entrando em contato direto com a universidade onde você pretende estudar. Porém, eu acho meio difícil de rolar, MAS isso é puro achômetro… pergunte na uni onde você pretende estudar. Eu vou ficar feliz em saber o que eles te responderam 🙂

      • Jos Rafael says:

        Olá Bruna, parabéns pelo post é magnífico ajudou bastante, eu gostava de saber se para entrar num liceu técnico na Alemanha é necessário o studienkolleg???

  39. Silvia Helena Chaves says:

    Olá Bruna, tudo bem?

    Gostaria de saber se existe aulas no Studienkolleg ministrados em inglês.

    Desde já, agradeço!

  40. Gabriel says:

    Olá Bruna!

    Parabéns pelo post, muito útil! Mas eu tenho uma pergunta, quais seriam os critérios que eu preciso cumprir para ser aceito em uma universidade alemã? Tirando o Abitur, em que sou avaliado? Histórico escolar, provas ou algo do tipo?

    Agradeço desde já!

    • Pati Muniz says:

      Oi, espia o site http://www.daad.de …eu vou começar mês q vem faculdade aqui na alemanha e ela será toda em inglês..nessa eles pediram ielts ou toefl, histórico escolar traduzido por um tradutor juramentado e carta motivacional…

      • Samantha Medina says:

        Oi Pati, estou já há um tempo checando o máximo de informações para conseguir ir estudar na Alemanha. Você poderia me ajudar com algumas dúvidas, já que conseguiu?

    • Sem o Abitur ou um Studienkolleg você não consegue entrar numa Uni alemã para fazer graduação, Gabriel…

  41. Ronaldo Franco says:

    Cara Bruna,

    Encontrar alguém como você que se dispõe a dedicar parte de seu tempo a ajudar sem interesses outras pessoas a realizarem seus sonhos é um privilégio que tive ao percorrer seu blog. A forma objetiva de se expressar, a linguagem clara e a seriedade demonstrada inclusive quando você diz “não sei” fazem de você alguém especial e de sua iniciativa algo em quem mais pessoas deveriam se inspirar.

    Tenho 19 anos, estou cursando administração de empresas e em breve estarei concluindo o quarto período. Como você, também sou apaixonada por idiomas e, dentre outros, já sou fluente em Alemão, inclusive dando algumas aulas particulares para ajudar no orçamento. Vou me inscrever para o teste de proficiência no idioma (TestDAF) e, felizmente, creio que este não será um problema.

    Por outro lado, gostaria de mais informações sobre como requerer a transferência para dar continuidade a minha graduação na Alemanha. Nos sites de universidades que visitei não encontrei orientações muito específicas sobre isso. Assim, gostaria de saber:

    Imagino que as universidades devam receber centenas de pedidos de transferência de diversas partes do mundo a cada ano e o número de vagas deva ser limitado. Assim, há critérios definidos ou usuais para seleção e aceitação do pedido de transferência (por ex. notas obtidas nas matérias cursadas, cartas de recomendação, etc.), ou o atendimento da exigência de ter cursado os 4 semestres numa universidade brasileira é suficiente?

    Solicitar o agendamento de uma visita prévia ao reitor ou ao responsável pela área de admissão para manifestar pessoalmente meu interesse em cursar aquela universidade, meus motivos e “quebrar o gelo” poderia ajudar?

    Pela gentileza de sua resposta agradeço antecipadamente.

    Um abraço

    Ronaldo Franco

    • Ronaldo, nada garante que você tendo cursado 4 semestres no Brasil vai te garantir uma vaga aqui. Você deve entrar em contato com a universidade onde quer estudar e ver quais os requisitos deles pro seu curso. Não tenho como saber se a concorrência e o número de vagas é alto, porque isso varia muito de curso pra curso e de universidade pra universidade. Geralmente mandar um email pedindo ajuda e orientação já resolve. Eles sempre respondem 🙂

  42. Lívia Duarte de Queiroz says:

    Olá, fico muito agradecida pelas informações.
    Gostaria de saber se há alguma possibilidade de fazer uma segunda faculdade/ curso técnico na alemanha, indo diretamente com esse propósito e com um nível A2 de alemão.
    Muito obrigada

  43. Paula Scavazzini says:

    Oi, Bruna! Gostaria de saber as diferenças entre tentar cursar a graduação, como explicado nesse post, e tentar cursar a pós graduação, na Alemanha. O meu interesse é na área de Artes Visuais, teria alguma indicação?

  44. Inacio says:

    Oi como faço para ter uma bolsa de estudo gratuito para ensino secundario na frança???

  45. Beatriz says:

    Olá Bruna, adorei o post! Queria saber se eu me formar em Direito na Alemanha se eu posso advogar no Brasil normalmente depois de terminar o curso ou é diferente o Direito de lá para o daqui.

  46. Mariana Horn says:

    Oi Bruna! Gostaria de saber se esse Studienkolleg é mais parecido com um ano de ensino médio mesmo, uma revisão de alguns assuntos ou como um cursinho. Não entendi muito bem o que seria… Brigada!

    • Não é um cursinho, porque isso não existe na Alemanha. É como se fosse um ano de colégio só que específico pra área do seu interesse e mais aprofundado. O Ensino Médio aqui não tem todas as matérias que têm no Brasil, mas aprofunda mais nas matérias que tem.

  47. Joao Henrique says:

    Olá Bruna tudo bem, meus parabéns pelos posts muito interessantes e informativos.
    Gostaria que tirasse uma dúvida minha por favor, se você tem um curso de tecnologo no Brasil que é considerardo como superior pela sua carga horaria e for reconhecido na Alemanha você saberia me dizer se na Alemanha ele é reconhecido como curso superior também ou se é reconhecido como técnico.
    E para comprovar que você fala Alemão é necessário de algum certificado de escolas de idiomas ou apenas comprovar que tem dominio da lingua.

  48. Sonja says:

    Bom dia Bruna! Parabéns pelo texto e pela iniciativa.
    Vc informou que para ingressar no Studienkolle será necessário fazer um teste de alemão e ter a nota TDN4. Essa nota equivale a nível intermediário? Meu filho esta com 16 e quer fazer graduação na Alemanha. Ele entrou no cursinho de Alemão este semestre, mas eu sei o quanto estudar Alemão é frustrante, pois mesmo após três anos de estudo nesses cursinhos, temos a sensação de que nada sabemos falar. Em média média são necessários quantos anos de cursinho de alemão para passar no teste?

    • Sonja, então, é muito difícil dizer quanto tempo cada um leva pra chegar nesse nível. Porque isso depende unica e exclusivamente do quanto cada um se dedica a aprender a língua. Eu, por exemplo, vim pra Alemanha a primeira vez com 17 anos e não sabia falar nada. Estudei um ano na escola normal aqui e, sem fazer nenhum curso de alemão, depois de um ano cheguei no TDN4 (aqui eu conto um pouco mais da minha experiência https://partiuintercambio.org/como-aprender-alemao-ou-qualquer-outra-lingua/ ). Tudo depende do quanto ele vai se dedicar e investir no aprendizado da língua e pra isso não precisa gastar rios de dinheiro… é mais disciplina e vontade de aprender mesmo 🙂

  49. Gustavo Zirbes says:

    Oi Bruna!

    Sabe me dizer se o curso técnico aqui no Brasil não seria suficiente neste caso? Vi que em alguns países isso é possível, pois lá exigem o ensino médio e mais um ano (ou dois semestres da faculdade), mas se tiver ensino médio e mais curso técnico completo (o meu foi de 3 anos, totalizando 1200 horas) é aceito também.

    Obrigado!

  50. Alexandre Folquito says:

    Olá Bruna,

    Obrigado pelo post e por ter essa iniciativa de tentar ajudar a galera interessada. A minha situação é a seguinte: estou no 3º período de engenharia e a minha universidade inclusive possui alguns convênios com algumas da Alemanha. Estou querendo começar a aprender a língua agora, tenho 18 anos.. Em 1 ano e meio acha que seria possível ser aprovado nesses testes que você citou?

    Grato desde já,
    Alexandre

    • Oi Alexandre, não entendi bem o que você quer fazer. Você quer fazer um intercâmbio de um semestre pelos convênios da sua universidade ou quer fazer studienkolleg para começar a faculdade na Alemanha? São duas coisas diferentes ^^
      Para fazer intercâmbio durante seu curso no Brasil, você não precisa fazer provas. Quer dizer, vai depender de como o convênio da sua Uni no Brasil seleciona os alunos.
      Um ano e meio é tempo suficiente pro studienkolleg e pra aprender alemão (se você se empenhar muito).
      abraço

  51. Estanislau Cunha Santos says:

    Olá Bruna! Muito obrigado pelo texto…uma pérola rara na net 🙂

    Mas um dúvida pra não fugir do script:

    O governo alemao exige comprovação de renda para manutenção pessoal…Como funciona isso?

    Deixa eu te explicar meu projeto : seria 1 ano de curso de alemao em alguma escola de idioma + 1 ano de Studienkolleg + período de graduação.

    Como ficaria essa questão do visto e da comprovação de renda? Meu desejo é juntar o mínimo de grana possível para conseguir o visto de estudo e me virar com trabalho pra me manter por toda graduacao…me ajuda por favor! 🙂

    Desde já muito obrigado!

  52. Vagner says:

    Olá, parabéns pelo post Bruna!

    Bom, tenho graduação aqui no Brasil e pretendo fazer outra graduação na Alemanha em outra área. Vi, pelo uni-assist, que quem completou pelo menos 4 anos de curso de bacharelado aqui tem entrada direta em uma universidade alemã, porém, gostaria de saber se, ainda assim, precisaria de algum curso preparatório para melhorar minha média caso ela ainda não satisfaça os requisitos de entrada em curso com entrada restrita(Numerus Clausus).

    Obrigado desde já e abraços!

    • Vagner, nem todas as universidades aceitam usam o uniassist (muitas usam, mas não são todas). Além disso, até onde eu sei sua média é a sua média e não tem como melhorar ela. A não ser que você faça um ano de studienkolleg pra poder ter uma nota completamente nova.

  53. Tamy Picolo says:

    Olá, Bruna! Parabéns pelo trabalho maravilhoso que você faz em seus post’s, ajuda muito, é muito esclarecedor! Sou graduanda em Psicologia (1° ano) no Brasil, porém pretendo ao final do meu quarto semestre de curso estudar na Alemanha. Em Julho do ano que vem tenho um Curso de Idiomas marcado para estudar alemão, com duração de 4 semanas. Porém ao regressar para o Brasil continuarei com aulas particulares. Você acha que é possível depois de comprovar a fala no idioma, conseguir ingressar em alguma universidade alemã? É possível dar procedência a partir dos semestres em que cursei aqui ou começarei da etapa ? Desde já agradeço :*

  54. Deleon Araújo Ferreira Da Silv says:

    Olá.
    Me chamo Deleon Araújo, tenho 21 anos de idade e atualmente estou cursando o sexto período do curso de Engenharia. As duas pergunta que gostaria de fazer é com base em uma pequena suposição: – Suponhamos que eu domine dois idiomas, Inglês e Alemão, Com base em tal suposição, a pergunta é: Gostaria de Cursar Física Nuclear na Alemnha. (O curso de físca nuclear é complemento de um curso de graduação em física que foi feito aqui no Brasil), qual seria o procedimento para tal?
    Seria possivel trabalhar na alemnha como engenheiro e estudar o curso de física? Será que existiria possiblidade?

    • Se é graduação e não é transferência tem que fazer studienkolleg. A não ser que alguma universidade específica tenha regras específicas para quem já é formado. mas aí é melhor você se informar direto onde pretende cursar o curso. Como estudante de graduação brasileiro com visto de estudante, você só pode trabalhar 180 dias por ano (em meio período) ou 90 dias por ano (full time).

      • Deleon Araújo Ferreira Da Silv says:

        Muito bom, gostei da sua resposta. Obrigado. Pesquisando sobre o studienkolleg, descobri que o curso de Física é de modalidade T. E para esse caso estou dispensado de fazer o studienkolleg, pois já terei uma formação acadêmica e além do mais, para ingressar no curso, terei apenas que prestar o vestibular aqui no Brasil e estudar no mínimo dois semestres, poderei pedir transferência. É claro que não chega a ser tão fácil quanto parece, mas é esse o caminho das pedras.

  55. Raquel Pereira says:

    Olá Bruna, adorei post. Se possível poderias me dar uma ajuda? Tenho um filho que gostaria muito de fazer faculdade na Alemanha. Ele tem passaporte alemão por conta da descendência. Como ele vai terminar o ensino médio no Brasil, vai precisar fazer um ano de Studienkolleg e prestar o exame Feststellungsprüfung. A minha dúvida é a seguinte:o resultado deste exame é valido para ingresso em todas as universidades da Alemanha ou não? Agradeço desde já a atenção. Att. Raquel.

    • Raquel, então, em via de regra sim. Mas quando você escolhe um Studienkolleg, você já escolhe em qual “direção” você quer fazer. Tipo, quem quer estudar medicina faz um curso especial com mais aulas de biologia e química. Quem quer fazer engenharia faz um curso com mais aulas de matemática e física e assim por diante. Mas todas as universidades aceitam a nota do Studienkolleg e ser aceito numa universidade ou não vai depender das notas que seu filho tiver. Ou seja tudo vai depender do próprio empenho dele.

  56. Lucas says:

    Olá Bruna,
    Primeiramente parabéns pelo texto, muito coeso e sucinto.
    Jà possuo uma graduaçao aqui no Brasil, quero fazer outra na alemanha, com isso, é necessario fazer Studienkolleg? ??

    Vi Em alguns sites de universidades, aparentemente nao preciso, è preciso sim passar no teste de admissao que verifica meu nivel na lingua e nos conhecimentos sobre o curso que pleiteio cursar.

    Fico no aguardo

    • Lucas, então, até onde meu conhecimento vai, tem que ter Studienkolleg porque você não tem a nota do Abitur. Pela lógica, também faz sentido, afinal, continua sendo uma graduação. O que eu não sei e se talvez algumas universidades tenham reserva de vagas para alunos que já tenham graduação, mas aí acho que é uma coisa que você tem que ver direto na universidade onde quer estudar. Pode ser também que as Fachhochschule (ensino técnico) tenham um processo diferente, mas como eu disse, você tem que ver na universidade onde você quer estudar quais os critérios deles.

      • Sonja says:

        Vou relatar minha experiência há 20 anos atras. Não sei se ainda é valido. Quem já tiver uma graduação não necessita fazer o Studienkolleg, ele terá acesso a direto a universidade após levar todas as notas do histórico escolar e histórico da graduação para serem traduzidos por um tradutor juramentado. Depois essa tradução foi enviada para “Bezirksregierung” que através de um calculo me apresentaram uma nota que passou a ser minha nota de Abitur. Com essa nota você se inscreve na Universidade. Isso foi feito no Estado de NRW, não sei se em todos os Estados é a mesma coisa ou se essa nota vale para Universidades de outros Estados.

        • Sonja, muito obrigada pelo teu relato 🙂 Não sei como tá agora em relação a isso. Vou me informar e aí faço um update no post quando eu conseguir. Esse post aqui se refere mais a quem ainda não começou graduação ou está no meio. Mas como funciona com a língua? Você também teve que comprovar conhecimentos de alemão, não? abraço!

          • Sonja says:

            Não tive que fazer teste nenhum de alemão na época, mas tenho a impressão que muita coisa mudou. Segundo o site da Anabin hj basta ter estudado 1 ano em uma universidade para solicitar uma transferencia.

  57. Thaisla Renner says:

    Gostei muito do texto com muitas informações, estive na Alemanha por um tempo mas como não completei o terceiro ano no Brasil vim pra Portugal para terminar o décimo segundo e queria saber se o diploma de conclusão do ensino médio português é válido na Alemanha? Obrigada.

  58. Augusto M. Lima says:

    Tenho uma dúvida

  59. Bárbara Sposito Hilgenberg says:

    Bruna, fico feliz por ter achado em seu blog tantas informações, já que não encontro nenhuma ajuda para acelerar meu processo de obtenção de documentos. Tenho uma dúvida, que no meu caso seria básico, já sou graduada aqui no Brasil, e tenho interesse em fazer outra faculdade na Alemanha. Você sabe se há essa opção, pra quem já é graduado? Obrigada

    • Bárbara, não sei. Isso é melhor você perguntar direto na universidade, mas acredito que tenha que passar pelo mesmo processo, porque é o sistema deles aqui, do mesmo jeito que no Brasil você precisaria de um vestibular para uma segunda graduação. De qualquer jeito, pergunte para a universidade onde você pretende estudar para ter mais certeza.

  60. Guilherme says:

    Com cidadania italiana, posso trabalhar Durante o studienkolleg?

  61. Rebecka Carmo says:

    Seria viavel ir com o visto de au pair para aprender o idioma enquanto juntava um dinheiro e depois tentar ingressar no Studienkolleg?

  62. João Vitor B. says:

    visto alemão*

  63. João Vitor B. says:

    Primeiramente, parabéns pelo texto, muito informativo e útil! Tenho uma pergunta quanto à obtenção do visto. Quem for fazer o Studienkolleg ao tirar o visto do alemão precisa mesmo (como li em um site) ter um financiador na Alemanha ou criar uma conta bancária na qual vc deposita numa tacada só 7716 euros? Caso sim, existe alguma forma alternativa? Obrigado pela atenção!

    • Então João, essa é uma dúvida de muita gente. Muitas cidades exigem que você tenha um alemão que assine um documento dizendo que vai “te financiar” ou uma sperrkonto (essa conta na Alemanha com uma boa grana em euros já), mas até onde eu sei, isso muda de cidade pra cidade. Algumas não exigem essa conta. Todos os meus amigos que estudam aqui em Bonn sem bolsa, por exemplo, não têm essa conta. Posso perguntar pra eles como ele comprovam que tem dinheiro pra se financiar 😉

  64. Amanda says:

    Olá! Me formei em ciencias biológicas (biologia) e meu marido fez dois anos de administracao e trancou.. queremos cursar fotografia na alemanha. Sabe me dizer se conseguimos entrar em alguma uni com nossos níveis de ensino aqui no brasil?? Antes queremos estudar 1 ano alemao p depois ingressar na uni.

  65. Matheus says:

    Olá, boa tarde. Vou terminar o Ensino Médio este ano, e já estou me informando a respeito de como fazer a graduação na Alemanha, já que esse é um de meus objetivos para o futuro. O post foi muito esclarecedor, com informações que não tinha conseguido garimpar antes, mas tenho algumas dúvidas que não foram esclarecidas nele. O visto necessário para estudar no Studienkolleg é diferente do universitário? E como deve-se proceder para obter este visto e, após concluir o Studienkolleg, mudá-lo para o universitário? O exame de admissão do Studienskolleg deve ser prestado na Alemanha? E qual é a idade mínima para se candidatar a estudar em um Studienskolleg (quando terminar o Ensino Médio ainda vou ter 17 anos, e pretendo me inscrever para um Studienskolleg o mais rápido possível)?
    Obrigado

  66. Ingrid Sales Pinheiro says:

    Olá, Bruna. Como é feita essa transferência de uma faculdade brasileira para uma alemã? As universidades têm que ser parceiras? As vagas são as mesmas que como se fosse entrar no primeiro período, e passam pelo mesmo processo de admissão, ou é diferenciado?

    • Ingrid, isso varia de uni para uni. Você deve ver para onde quer ir e procurar como eles querem que o processo seja feito. É o jeito mais fácil. As vagas não devem ser as mesmas de quem entra no primeiro período, porque você já concluiu uma parte do curso.

  67. Gisleny says:

    Olá, tudo bem?
    Estudo na Universidade federal de São Paulo, gostaria de saber se preciso fazer o studienkolleg também, ou posso perdir trasnferência, estou no terceiro ano de engenharia química, mas não sei muito alemão, pretendia fazer em uma universidade com cursos dados em inglês.

    • Gisleny,
      Depende, se você quer continuar o curso, pode transferir. Se quer começar de novo, precisa do Studienkolleg. As regras para transferência variam de universidade para universidade. Então, consulte o site da Uni onde você pretende estudar.
      Abraço

  68. disney666 says:

    Antes de mais nada, muito obrigado pelo post, uma amiga minha Americana que mora na Alemanha disse que apenas quem é naturalizado Germânico é que poderia estudar gratuitamente numa universidade. Eu li com atenção a parte que você escreveu sobre não poder trabalhar enquanto se faz um curso preparatório, mas eu não sou rico e preciso de um trampo para me manter… Será que não existe nenhuma possibilidade? De qualquer maneira estou querendo passar pelo país antes para fazer um curso preparatório de Alemão, para só daí me ingressar em curso preparatório. Um grandioso abraço e muitíssimo obrigado pelo seu trabalho!

  69. Ola Bruna!!Espero que voce esteja otima e Feliz Ano Novo!!Eu acabei de me mudar para a Alemanha , antes estava morando na Irlanda.

    Quero muito aplicar para duas universidades aqui com cursos 100% em ingles mas pelo que eu entendi preciso fazer o Studienkolleg que acredito que e o que eles sugerem quando querem um Diploma Suplemment.

    Por gentileza voce saberia me dizer se o primeiro passo de todos seria preencher todo o Application para o curso de bacharelado na Universidade e assim eles me pedem que eu faca o Studienkolleg ou eu ja aplico direto para o Studienkolleg?

    Desculpa por ua perguntao meio compliacada , estou perguntando e porque eu estou estudando para o Ielts no momento por causa do requerimento da Universidade mas se eu tivr que fazer o application para o studienkolleg primeiro eu iria deiar para fazder o ielts depois e me dedicar somente ao alemao.

    Tudo de bom pra voce!!

    Beijo grande e boas festas

    Thais Guimaraes

    • Thais, como explicado no post, o Studienkolleg dura um ano e precisa ser feito ANTES de entrar na graduação. Você primeiro precisa ser aceita em um, frequentar durante um ano, ter notas boas o suficiente para ser aceita na universidade e aí, sim, aplicar para uma universidade.
      Abraço e bom 2015

  70. Sofia says:

    Olá Bruna, excelente matéria! Gostaria de entender mais sobre a transferência do ensino superior do Brasil para a Alemanha, por acaso sabe onde poderia achar informações a respeito disso? Muito Obrigada, Sofia Sales

  71. Ranulfa Oliveira says:

    Bruna, como eu sei quais as universidades são gratuitas, tem algum site de universidades gratuitas que você conhece para nos passar? porque Olhei no DAAD e não tem na minha área…. simm nestas universidades normalmente mestrado e doutorado são gratuitos também? Você conhece alguma universidade na área de saúde com gratuidade,Muito Obrigada!

  72. Nayara Silva says:

    Boa tarde Bruna,

    Tenho muito interesse em cursar artes cênicas na Alemanha, teatro, Dramaturgia algo nessa linha… você sabe quais universidades oferecem esse curso.
    Adoro seu blog.

    Obrigada.

  73. Angel says:

    Oi Bruna! Queria saber qual visto aplicar para fazer o studienkolleg, estudante ou turismo?
    Post muito bom parabéns!

  74. Juliana says:

    Olá Bruna, tenho a graduação em Direito. Como eu poderia validar meu diploma na Alemanha? E como ingressar em uma pós.

  75. Leonan says:

    Bruna, uma das opções é estudar até o quarto semestre e depois só pedir para mudar ? Como funciona ?

  76. Karen says:

    Eu achei que com o visto de estudante pudesse trabalhar até 20 hs por semana. O visto para um studienkolleg é diferente?

  77. aaa e parabens pela matéria bem esclarecedora!

  78. Bruna estou terminando o primeiro ano de arquitetura e urbanismo aqui no Brasil e devo em Dezembro do ano que vem (2015) visitar o país, depois que terminar meu curso pretendo fazer uma pós, mas o que vc me indica faço estes dois anos e transfiro para lá ou termino aqui pois pelo que entendi eu teria que fazer o curso todo novamente caso transfira para lá!

  79. Bruno Berlanda says:

    Oi, Bruna! É meu primeiro comentário aqui mas já acompanho o blog há um ano. Rsss. Excelente post, parabéns! Bem objetivo. Tenho duas dúvidas: caso eu vá para a Alemanha especificamente para frequentar um studienkollegs eu peço que tipo de visto? De estudante? E a segunda é se, além de não pagar nada, eu consigo algum tipo de auxílio financeiro e/ou de moradia das universidades alemãs durante a graduação? Obrigadão.

  80. Italo Oliveira says:

    Olá, bom dia! Pretendo aplicar para várias universidades no curso de International Business – totalmente em inglês. Estou no terceiro semestre e terminaria o quarto no meio de 2015 – antes do início do winter semester. Eu poderia aplicarem sem o abitur ou studienkolleg? Pretendo fazer o IELTS (necessário para cursos em inglês) em fevereiro e aplicar em abril-junho. Obrigado pelo post, ajudou muito!

  81. Nicole says:

    Estava pesquisando e vi que lá as universidades incentivam a graduaçao paralela de dois cursos desde que estes tenham alguma relação. Por exemplo história e geografia, filosofia e alemão. Procede? Como funciona? Obrigada.

  82. Pedro C says:

    Bruna, é possível fazer uma graduação na Alemanha depois de ter feito uma no Brasil?
    Eles determinam idade para estudantes de graduação?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

livros amazon paratiu intercambio