Bolsa para afrodescendentes na ONU em direitos humanos na Suíça




bolsa onu afrodescententes

Até 15 de junho é possível se inscrever para uma bolsa para afrodescendentes da ONU. O programa oferece bolsas para um curso sobre direitos humanos em Genebra, na Suíça. O curso acontece de 21 de novembro a 9 de dezembro de 2022.

bolsas para workshops

O Programa Anual de Bolsa para afrodescendentes é parte das comemorações pela Década Internacional de Afrodescendentes. O objetivo da ONU é oferecer uma oportunidade de aprendizagem intensiva a pessoas de ascendência africana em questões de direitos humanos. Os tópicos de estudo do curso incluem direitos humanos, formas de discriminação racial, acesso à justiça, perfilamento racial, entre outros.

>>> Melhores bolsas para intercâmbio grátis em 2022

O curso sobre direitos humanos da ONU

Durante o curso, que dura cerca de três semanas, os bolsistas aprendem sobre os mecanismos legais antirracismo da ONU e promovem a capacitação para combater a discriminação racial. Após o encerramento do programa, atuam nos seus países com iniciativas de conscientização sobre direitos humanos para a sociedade civil. Os bolsistas também podem virar colaboradores e contribuir com a ONU em outras frentes.

O objetivo da bolsa para afrodescendentes da ONU é fortalecer as habilidades dos participantes para contribuir com a proteção e promoção dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais dos afrodescendentes em seus respectivos países. Os participantes serão equipados com as ferramentas necessárias para melhorar o desenvolvimento de legislação, políticas e programas; fortalecer a colaboração da sociedade civil com os governos; e realizar atividades locais de conscientização.

>>>Universidade de Melbourne oferece bolsas na área de direitos humanos

O que é a bolsa para afrodescendentes da ONU

O programa de bolsas para afrodescendentes é um treinamento intensivo em direitos humanos para afrodescendentes que estão engajados na promoção dos direitos dos afrodescendentes. O treinamento acontece uma vez por ano no Gabinete do Alto Comissariado para os Direitos Humanos em Genebra.

O programa de bolsas oferece aos participantes a oportunidade de:

  • Conhecer e aprofundar sua compreensão da lei internacional de direitos humanos e do sistema de direitos humanos da ONU, a estrutura internacional para combater o racismo, a discriminação racial, a xenofobia e a intolerância relacionada, e questões interseccionais com foco nos afrodescendentes;
  • Fortalecer as habilidades no desenvolvimento de propostas de projetos, entrega de apresentações e envio de informações aos mecanismos de direitos humanos;
  • Obter exposição em primeira mão aos mecanismos de direitos humanos;
  • Reunir-se com uma ampla gama de atores.

Como é bolsa para afrodescendentes da ONU

As bolsas incluem a passagem aérea de ida e volta, seguro-saúde e um subsídio para cobrir despesas com acomodação, alimentação e outras. Entre os requisitos para participar do programa de bolsas para afrodescendentes da ONU, estão:

  • Ter ascendência africana;
  • Ser fluente em inglês ou francês;
  • Ter no mínimo quatro anos de experiência profissional na promoção dos direitos afrodescendentes;
  • Fazer parte de uma organização que trabalha em questões relacionadas com pessoas de ascendência africana ou direitos das minorias.

>>> Como ser voluntário da ONU

Candidatura e seleção para as bolsas de estudo da ONU

Para se inscrever, é necessário que o candidato envie por e-mail (um único e-mail) para [email protected] os seguintes documentos:

  • Currículo;
  • Carta oficial da organização onde trabalha certificando o seu estatuto;
  • Formulário de candidatura preenchido, assinado escaneado;
  • Cópia do passaporte;
  • Carta de motivação (máx. 500 palavras).

>> Bolsas para profissionais de direitos humanos nos EUA

O assunto do email deve ser: “Application for the 2022 Fellowship Programme for People of African Descent”. Além disso, os arquivos devem ser nomeados da seguinte forma: SOBRENOME nome – Tipo de documento. Por exemplo, PEREIRA Joana – Curriculum.

A seleção irá levar em consideração o equilíbrio de gênero e de origem dos concorrentes. A situação dos afrodescendentes no país do candidato também influencia a seleção. Todos os documentos enviados devem estar em inglês, francês ou espanhol.

A seleção pro curso de direitos humanos da ONU

A seleção dos bolsistas para o curso de direitos humanos da ONU na Suíça refletirá o equilíbrio regional e de gênero. A situação dos direitos humanos dos afrodescendentes nos respectivos países também será levada em consideração.

Segundo o site oficial do programa, devido ao volume de mensagens, os candidatos não receberão confirmação do recebimento da candidatura e apenas os candidatos pré-seleccionados serão notificados.

Desde 2011, a bolsa para afrodescendentes da ONU já selecionou 130 fellows de 39 países diferentes, incluindo o Brasil.

Leia o edital 

Toda semana tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no TikTok, no Twitter e no LinkedIn. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Já quem quer receber alerta de novas bolsas de estudo pode se inscrever no nosso canal no no Telegram ou na nossa newsletter é grátis. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. A gente também presta consultoria para orientar quem quer estudar no Exterior entre em contato e realize o sonho de estudar fora!

COMENTÁRIOS

7 responses to “Bolsa para afrodescendentes para curso de direitos humanos na ONU na Suíça”

  1. Djibril Cá says:

    É uma oportunidade importante para mim, quero conhecer os meus direitos… me coloca neste programa.

  2. Nathê says:

    Gente é serio que TEM QUE TER PASSAPORTE pra se inscrever? ja excluiu todos os pretos pobres que nunca precisaram fazer… isso poderia ser desenrolado depois, caso passasse.

  3. martinho bizeque seado says:

    sou Martinho bizeque seado sou membro da policia da republica de Moçambique,u meu trabalho engaja-se na defesa dos direitos humanos,como também na minha formação tive a cadeira de D.H,pretendo a bolsa u k fasso?

  4. estou super interessada em fazer o curso da Onu pois Presido uma Instituiçao onde trabalhamos com a diversidade , Afro descendente e doentes de hanseniase.
    fico no aguado da resposta.

    obrigada

  5. Joyce Bruna Paixao says:

    Eu gostaria de participar porem nunca atuei na area dos direitos afrodescendentes.

  6. Claudine shindany says:

    Achei muito legal e quero participar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

livros amazon paratiu intercambio