Curso de alemão na Alemanha: como ganhar a bolsa Winterkurs

Como vocês já sabem, todos os anos o DAAD oferece bolsas para fazer curso de alemão na Alemanha. O Winterkurs rola em diferentes cidades do país e é a oportunidade de pegar um frio durante o inverno alemão e melhorar muito seu conhecimento desde idioma lindo e que abre tantas portas pra quem se joga no seu aprendizado.

Bolsas na Alemanha

O André Duarte tem 22 anos e estuda Direito na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Em 2017 ele ganhou a bolsa para o curso de alemão na Alemanha e estudou seis semanas em Berlim, no IIK – Institut für Internationale Kommunikation de Berlim. O André entrou em contato comigo e eu convidei ele pra contar mais da experiência e dar dicas para a seleção. Confiram:

curso de alemao na alemanha winterkurs andre santos

Como ganhar a bolsa para fazer curso de alemão na Alemanha

“Eu fiquei sabendo do Winterkurs logo quando comecei a estudar alemão, em março de 2014. Uma professora minha comentou da existência do programa e eu logo me interessei, pois sempre sonhei em fazer intercâmbio, e sabia que só poderia viajar com bolsa de estudos. Na verdade, eu comecei a estudar alemão justamente depois de fazer a prova do vestibular em janeiro de 2014, pois precisava ocupar minha cabeça enquanto não saia o resultado, já que sou bem ansioso.

>>> Bolsas para cursos de idiomas que abrem todo ano

Eu me lembro até hoje de quando ela escreveu no quadro os requisitos que o DAAD exige para se candidatar. Naquela época, eu nem havia começado a fazer faculdade, mas vi que teria que me dedicar bastante para ter um CR alto, além de ter que construir um currículo diversificado e interessante. Nos momentos em que eu estava desanimado durante o curso de Direito, era a esperança do Winterkurs que me animava a dar o meu melhor e ter boas notas.

>>> Motivos para aprender alemão

O processo de candidatura para o Winterkurs

Não é exagero dizer que eu me apaixonei pela língua alemã. Estudei alemão com bastante afinco e fiz a prova do OnDAF (atual OnSET) três vezes antes de conseguir o sonhado B1 e poder me candidatar. A minha universidade oferecia a prova gratuitamente todo semestre, então aproveitei essa oportunidade e pude treinar. Eu apliquei para a bolsa em 2016 e fui aprovado naquele ano. Hoje, olhando para trás, acredito que os meus diferenciais foram o currículo e a carta de motivação. Então, se eu puder te dar uma dica, sugiro investir fortemente nesses dois requisitos subjetivos porque os outros critérios são objetivos: basta comprovar o que se pede.

Andre na durante o curso de alemao na alemanha do daad o winterkurs em Berlim

Pelo o que conversei com os outros aprovados, todos tinham currículos diversificados. Acredito que o DAAD esteja interessado em financiar pessoas que tenham engajamento social e realizem atividades complementares à faculdade, muito além das esperadas boas notas. Fazer estágios, participar de grupos de pesquisa, frequentar palestras e cursos oferecidos pela faculdade são muito bem vistos e tenho certeza de que fazem toda a diferença para os avaliadores. Eu me lembro de que, embora não precisasse, enviei junto com o formulário impresso pelo correio todos os certificados referentes ao que eu havia escrito no meu currículo. Realmente não precisa, mas eu queria muito aquela bolsa então cometi essa pequena loucura rs.

curso de alemao na alemanha winterkurs andre duarte parlamento alemao

Sobre a carta de motivação, eu busquei a escrever direto em alemão mesmo com o conhecimento que eu tinha na época. Depois disso, duas professoras do meu curso muito gentilmente me ajudaram a aprimorá-la, bem como corrigiram meus erros. Na carta, deixei claro a importância que aquele intercâmbio teria para mim, além de mostrar para os avaliadores que eu tenho interesse em seguir carreira acadêmica na Alemanha. Inclusive, se eu puder te dar uma dica, sugiro fortemente ser o mais claro possível e já apontar o que e onde você tem interesse em estudar :). No meu caso, eu havia pesquisado bastante sobre as universidades de Berlim e mostrei que era a cidade que mais se alinhava aos meus interesses pessoais e profissionais.

Quando dinheiro a mais precisa no Winterkurs:

Uma vez selecionado para o Winterkurs, comecei a preparação para a viagem. Na verdade, eu já havia começado a juntar um pouco de dinheiro do estágio porque, se eu fosse aprovado, queria levar um dinheiro a mais. Na época, eu juntei mais ou menos 2 mil reais de grana no estágio ao longo dos dois anos, o que dava em torno de 650 euros. Sendo sincero, a bolsa do DAAD em si já é mais do que suficiente. Até hoje me lembro do meu desespero de receber mais de EUR 2.000,00 em mãos e andar pela cidade morrendo de medo até chegar em casa e guardar tudo no colchão haha.

A bolsa para o curso de alemão na Alemanha do DAAD foi de  3.195€ (atualmente ela aumentou e está 3.450€). Desse total, eu já recebi descontado o valor de 795 euros do curso de alemão em Berlim, bem como os 750€ da acomodação (escolhi o quarto duplo que dividi com um brasileiro muito gente boa, com quem mantenho contato até hoje). O outro custo obrigatório foi o de 35€ referente ao livro de alemão. Além disso, deixei cerca de  1.000€ guardados para pagar as passagens aéreas quando voltasse ao Brasil.

Para quem quiser se organizar financeiramente, sugiro o app Trabee Pocket. Nele eu anotei absolutamente todos os meus gastos da viagem, então até hoje sei exatamente quanto gastei por dia, além de poder olhar para trás e relembrar o que fiz naquelas incríveis seis semanas em Berlim.

>> Estudar na Alemanha é barato só você que não sabe

Para economizar, eu comprava comida no supermercado e cozinhava em casa todos os dias, além de frequentar tudo o que era gratuito na cidade. Eu gastei basicamente com saídas à noite e com museus. Fora isso, guardei bastante dinheiro porque escolhi viajar para outros países. Além da Alemanha, conheci outros sete países depois que o curso acabou, pois deixei cerca de 20 dias para viajar, além de algumas viagens menores que eu fazia aos finais de semana. Ah, parte dessas viagens em organizei e paguei quando ainda estava no Brasil.

O curso de alemão na Alemanha vale a pena?

Por fim, queria dizer que esse intercâmbio realmente mudou a minha vida. Aprendi bastante alemão, conheci pessoas novas, com quem me relaciono até hoje, e pude ampliar a minha bagagem cultural. Profissionalmente, muitas portas se abriram para mim depois que voltei ao Brasil, pois essa experiência agregou bastante ao meu currículo. Depois dessa viagem, descobri o mundo das bolsas de estudo, e agora em setembro de 2018 eu passei um semestre de mobilidade acadêmica  na faculdade de Direito da Justus-Liebig Universität Giessen, também com bolsa, e isso só foi possível graças ao que aprendi com o Winterkurs.

>>> Como achar cursos de graça na Alemanha

No mais, te desejo boa sorte e muita paciência. Sei que o processo de candidatura não é nada fácil e acaba exigindo muito controle emocional. Se você não foi selecionado de primeira, não desista! Apare as arestas e tente de novo, pois vale a muito a pena!”

Veja o edital do Winterkurs

+ Bolsas de estudos

Toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. A gente também presta consultoria para quem quer estudar no Exterior e você pode pedir um orçamento sem compromisso

COMENTÁRIOS

Uma resposta para “Como ganhar a bolsa Winterkurs para fazer curso de alemão na Alemanha”

  1. Manuela disse:

    Que orgulho!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.