Banco Mundial concede bolsas para doutorado sanduíche no exterior

doutorado sanduíche no exterior banco mundial

O Programa Robert S. MacNamara (RSMFP) oferece apoio a estudantes de países em desenvolvimento através de bolsas para doutorado sanduíche no exterior. É possível se candidatar até o dia 2 de maio.

Bolsas para doutorado

A iniciativa do Banco Mundial concede aos bolsistas um valor de até 25 mil dólares para a realização de uma pesquisa sobre um tema relacionado ao desenvolvimento (é possível ver a lista de áreas contempladas aqui). Os estudos devem ser realizados em um país membro do organização ou no país de origem ou residência do estudante.

O objetivo do RSMFP é oferecer a pesquisadores de nações em desenvolvimento a oportunidade de realizar sua investigação com os melhores orientadores internacionais em universidades renomadas nos seus campos de estudo. O programa foi criado em 1982 e, desde então, já financiou 2,8 milhões de dólares em bolsas.

>>> Como fazer doutorado no Exterior

Requisitos para participar do programa do Banco Mundial

Para concorrer a uma das bolsas para doutorado sanduíche no exterior do RSMFP, é preciso cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser cidadão de um país membro do Banco Mundial;
  • Não possuir dupla cidadania de qualquer país não elegível;
  • Estar inscrito em um doutorado em um país membro do Banco Mundial e participante do programa;
  • Enquanto matriculado no doutorado, residir em um país membro do Banco Mundial;
  • Ter completado todas as disciplinas e exames exigidos pelo doutorado até o momento;
  • Ter no máximo 35 anos no momento da candidatura;
  • Não ser um executivo ou diretor do Grupo Banco Mundial nem parente próximo de um;
  • Não ter sido beneficiado anteriormente com uma bolsa do programa;
  • No momento da submissão, ser aceito como pesquisador visitante pelo período de seis a dez meses por uma universidade de um país membro do Banco Mundial diferente da sua nação de origem – e de preferência diferente do país em que você reside;
  • Ter a proposta de pesquisa endossada pelo seu orientador e pelo orientador da instituição de acolhimento;
  • Possuir disponibilidade para concluir os estudos no período proposto.

>>> Como fazer doutorado no Exterior

Candidatura às bolsas para doutorado sanduíche no exterior

A candidatura deve ser enviada pelo site até o meio dia (horário de Washington DC) do dia 2 de maio. Para ser considerada completa, o interessado deverá enviar uma proposta de pesquisa e providenciar os seguintes itens:

  • Formulário de recomendação preenchido em inglês pelo orientador da universidade anfitriã;
  • Formulário de recomendação preenchido em inglês pelo orientador da tese na instituição de origem;
  • Formulário de inscrição preenchido em inglês.

Além disso, deverá anexar à candidatura toda a documentação solicitada, composta por:

  • Lista de publicações em revistas de pesquisa (em inglês);
  • Comprovação emitida pelo atual empregador, se estiver empregado (com tradução em inglês);
  • Fotocópia de documento oficial da universidade indicando que você está matriculado em um curso de doutorado (com tradução em inglês);
  • Fotocópia do diploma universitário mais avançado (com tradução em inglês);
  • Solicitação de auxílio financeiro com orçamento máximo de 25 mil dólares (utilizando as orientações do edital);
  • Se aplicável, documentação de qualquer outro auxílio financeiro que você receberá durante o período.

>>> Fulbright dá bolsa de doutorado sanduíche nos EUA

É importante notar que as traduções não precisam ser juramentadas. A estimativa de gastos com o doutorado sanduíche no exterior deverá ser detalhada e não pode passar de 25 mil dólares.

Na seleção, serão levados em consideração a qualidade da proposta e as perspectivas de carreira pós doutorado. O programa procura também manter uma distribuição geográfica razoável dos benefícios e distribuir as bolsas entre os gêneros de forma uniforme.

O período de pesquisa na instituição anfitriã deve começar entre setembro e dezembro de 2019.

Saiba tudo sobre a bolsa
Veja o passo a passo da candidatura
Leia as respostas para as dúvidas frequentes
Envie a sua candidatura

Ver todas as bolsas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no canal no YouTube do Partiu IntercâmbioAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post,

Precisa de ajuda na candidatura?

Se você quer fazer pós-graduação no Exterior mas tá completamente perdido e precisa de ajuda, dá pra falar com o Partiu Intercâmbio. Sim, a gente presta consultoria ajudando quem quer fazer pós-graduação no Exterior com cartas de motivação e de recomendação, ajuda para preencher application, escolha das universidades, ajuda na busca por possíveis bolsas e tudo mais. Se você tiver interesse, é só colocar seus dados nesta planilha que a gente faz um orçamento sem compromisso.

>>> Research Training Program: bolsas para pós-graduação na Austrália
>>> Veja todas bolsas para doutorado no Exterior

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.