Guias

Doutorado sanduíche: o que é e como fazer esse tipo de intercâmbio

Quem se interessa pela área acadêmica, por pesquisa ou está no mestrado ou doutorado certamente já ouviu falar em doutorado sanduíche, não é mesmo?

Bolsas de doutorado

Mas o que é exatamente essa modalidade e como ela funciona? Bom, apesar desse nome, como você deve imaginar, é claro que não tem nada a ver com comida. Trata-se de um tipo de intercâmbio exclusivo para quem está fazendo doutorado.

Portanto, se você é um doutorando ou tem vontade de seguir para esse caminho no futuro, vale a pena conferir este post, pois o doutorado sanduíche é uma das melhores maneiras de conseguir ter uma experiência de intercâmbio no exterior com tudo pago!

Doutorado sanduíche: o que é?

Como o nome já diz e nós também já mencionamos, é um tipo de programa de estudos para quem está no doutorado. Ou seja, se você está na graduação, no mestrado ou no Ensino Médio, você ainda não pode concorrer a esse tipo de bolsa.

Mas, se você curte pesquisa, vida acadêmica e pensa em fazer doutorado um dia, já pode ir se planejando, porque essa pode ser uma oportunidade incrível para você no futuro.

O doutorado sanduíche é um tipo de mobilidade acadêmica — é quando alguém que faz doutorado em uma universidade aqui no Brasil vai passar um período fora do país, fazendo uma parte da sua pesquisa em alguma universidade do exterior. Esse período pode ser de um ou dois semestres, dependendo do programa, mas a maioria dos programas é de um ano.

>> Mitos sobre doutorado nos EUA

 

O doutorado sanduíche é muito interessante não só por ser uma experiência de estudar fora. Na verdade, ele é muito legal, principalmente, por ser uma oportunidade de desenvolver no exterior uma parte da pesquisa que não pode ser feita no Brasil ou que demanda algum tipo de orientação, conhecimento ou recurso que seja mais facilmente encontrado em alguma universidade internacional.

Isso significa que é uma oportunidade para quem é pesquisador aqui poder complementar a sua pesquisa em uma universidade de outro país — e ainda ter uma vivência internacional.

> Como fazer um doutorado no Exterior

Como funciona o doutorado sanduíche?

É importante destacar que o doutorado sanduíche é um tipo de programa que envolve as duas universidades, a brasileira e a do exterior. Logo, para garantir que vai dar tudo certo e que a pesquisa realizada lá fora vai ser validada e contar pra sua formação, é fundamental que, tanto a universidade aqui no Brasil quanto a universidade no exterior estejam de acordo com o programa e com o que for proposto em termos de pesquisa.

Além disso, outro ponto importante a ser considerado é que a grande maioria dos programas de doutorado sanduíche só estão disponíveis depois que o aluno fez pelo menos um ano do curso no Brasil.

Isso é essencial para que a pesquisa já tenha um encaminhamento e para que a experiência de intercâmbio sirva para complementar de forma adequada a investigação, que será sempre ligada à universidade brasileira.

Como fazer doutorado sanduíche?

Mas como você pode encontrar oportunidades para fazer doutorado sanduíche? E como faz pra se inscrever? O primeiro passo é entrar em um doutorado aqui no Brasil, afinal, só é possível fazer a mobilidade se estiver matriculado em um programa desse tipo.

Além disso, como acabamos de mencionar, é preciso já ter feito pelo menos um ano do curso na universidade brasileira. Depois disso, a etapa seguinte é conversar com seu orientador. Isso porque ele precisa concordar com o processo e, em muitos casos, escrever uma carta de acordo afirmando que apoia sua decisão de estudar fora por um determinado período.

Há de se considerar também que o seu orientador pode ser fundamental para que você encontre uma oportunidade de doutorado sanduíche, pois essa é uma das quatro formas de conseguir fazer esse intercâmbio, como veremos a seguir.

1. Contato entre seu orientador no Brasil e algum orientador no exterior

A participação do seu orientador no Brasil é essencial no processo também porque ele pode conhecer alguém no exterior que realize uma pesquisa na mesma área e fazer essa ponte, colocando você em contato com essa pessoa para que você possa passar um período sendo orientado por ela.

2. Convênios e parcerias entre universidades

Uma outra maneira de fazer doutorado sanduíche é verificando os convênios e parcerias que a sua universidade no Brasil tem com universidades no exterior. Quase todas as grandes universidades brasileiras têm departamentos de internacionalização ou de relações internacionais.

Sendo assim, uma alternativa é entrar em contato com esses departamentos e verificar quais convênios existem. Às vezes, as universidades brasileiras abrem editais específicos para isso, ou, em outros casos, elas já têm as parcerias e você deverá buscar algum orientador da instituição para recebê-lo. Nesse caso, a universidade, por já ter o convênio, ajudará no restante.

>>> Fulbright oferece cerca de 100 bolsas para brasileiros nos EUA em 2022

3. Procurar por conta própria

A terceira forma de fazer doutorado sanduíche é você mesmo ir atrás de professores no exterior, por conta própria . É claro que isso sempre deve ser feito com o aval e acompanhamento do seu orientador aqui do Brasil.

Caso encontre algum professor cuja pesquisa se alinhe muito com a sua e que possa contribuir em alguma parte essencial do seu projeto de doutorado, você pode entrar em contato com ele e propor um intercâmbio sanduíche.

Essa é uma estratégia mais difícil, pois você não vai ter o seu orientador no Brasil intermediando o contato ou, mesmo, o convênio das universidades para ajudar. Contudo, pode dar certo se o professor no exterior se interessar pela sua proposta de pesquisa.

Uma boa forma de encontrar professores para propor isso é através de uma busca por artigos na sua área de pesquisa. Você pode ver quais mais gosta e que mais se encaixam com o que está investigando e verificar quem são os autores e onde lecionam — e iniciar esse contato.

4. Editais anuais de doutorado sanduíche

A quarta e última estratégia para fazer o doutorado sanduíche é através de programas específicos que abrem todos os anos.

CAPES e CNPQ

A CAPES e o CNPQ costumam lançar editais anualmente. Portanto, é super válido ficar de olho no site deles para saber quando quais os pré-requisitos e os prazos para inscrição.

Bolsas da Fulbright nos EUA

A Fulbright também lança todo ano o seu edital para doutorado sanduíche em universidades nos EUA com uma bolsa super generosa, ou seja, mais um programa super legal que vale a pena ficar de olho. Inclusive, já entrevistamos o Aloísio, que participou do programa e passou várias dicas. Dá uma olhada no vídeo:

Programa ELAP no Canadá

O ELAP é um programa canadense que também dá bolsas de doutorado sanduíche para quem quiser ir passar um tempo em alguma universidade fazendo pesquisa no país. Também temos entrevistas com bolsistas do ELAP no canal do YouTube:

Government of Ireland Scholarship

Outro país que tem programa de bolsa para doutorado sanduíche é a Irlanda, através do Government of Ireland Scholarship. O edital prevê isenção de taxas de matrícula e bolsas no valor de 10 mil euros.

DAAD na Alemanha

Por fim, uma outra oportunidade é o programa de Doutorado Sanduíche do DAAD na Alemanha. Normalmente, são concedidas bolsas de dois a seis meses e os estudantes podem escolher entre universidades, institutos de pesquisa, laboratórios ou bibliotecas para realizar pesquisas específicas, relevantes para o desenvolvimento da tese de doutorado.

>> Mentoria do Partiu Intercâmbio: inscrições abertas

Ou seja, como você pode ver, opções não faltam! Então, se você quer fazer um doutorado sanduíche, tem diversas maneiras, estratégias e bolsas que você pode tentar!

 

Apoie o Partiu Intercâmbio!

Ah, e se você quiser que a gente divulgue cada vez mais oportunidades doutorado sanduíche e de todas as outras modalidades, torne-se um apoiador do Partiu Intercâmbio! Quanto mais apoiadores tivermos, mais poderemos nos dedicar ao trabalho jornalístico de reunir todas as informações necessárias para compartilhar ainda mais bolsas por aqui.

Os nossos apoiadores recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. Clique aqui para saber mais!

+ Bolsas de estudos

Toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. A gente também presta consultoria para quem quer estudar no Exterior e você pode pedir um orçamento sem compromisso.

Jaqueline Crestani

Posts Recentes

Como escrever carta de motivação: 5 erros comuns para evitar

Como escrever carta de motivação? Confira os  5 erros super comuns ao escrever uma carta…

3 weeks atrás

Bolsas de estudo para fazer intercâmbio gratuito e estudar fora em 2021

Procurando as melhores bolsas de estudo para estudar fora e fazer intercâmbio gratuito em 2021.…

3 weeks atrás

Pré-integração do Goethe-Institut: projeto ajuda quem quer trabalhar e viver na Alemanha

Você sonha em morar e trabalhar na Alemanha? Além de ser um importante centro de…

4 weeks atrás

TOEFL X IELTS: qual é a diferença entre os testes de proficiência em inglês

Você precisa fazer uma prova de proficiência em inglês para estudar no exterior e não…

4 weeks atrás

Como fazer o mestrado em sustentabilidade e clima do Erasmus com bolsa e estudar em vários países

Sabe aqueles cursos de mestrado Erasmus super bacanas com foco em temáticas atuais e importantíssimas…

2 months atrás

Quais são as diferenças entre TOEFL iBT®, TOEFL® Essentials™ e TOEFL ITP®?

Além do TOEFL iBT® e do TOEFL ITP®, o Educational Testing Service (ETS) lançou recentemente…

2 months atrás