Stipendium Hungaricum: bolsas para estudar na Hungria

bolsas para estudar na Hungria budapest

O programa Stipendium Hungaricum oferece bolsas para estudar na Hungria e irá contemplar mais de 7 mil estudantes no ano letivo de 2019-2020. Ele baseia-se em acordos bilaterais de cooperação assinados pelos ministérios da educação de diferentes países.

Bolsas na Hungria

Atualmente, o Stipendium Hungaricum possui mais de 60 parceiros em cinco continentes do mundo. O programa é organizado pela Tempus Public Foundation, uma organização ligada ao governo húngaro. Ela tem como missão principal aumentar o número de estrangeiros na Hungria e incentivar as instituições de ensino a atrair estudantes de excelência.

As candidaturas para o programa abrem em novembro e irão até o dia 15 de janeiro. No entanto, as inscrições ainda não estão abertas, mas é possível se basear nas informações do ano passado para ter uma ideia de como será a seleção dos bolsistas.

>>> Bolsas para estudar na Holanda recebem inscrições. OTS é oportunidade exclusiva para brasileiros
>>> Programa do governo dá bolsas para mestrado na Suécia

Como são as bolsas para estudar na Hungria

As bolsas para estudar na Hungria contemplam vários níveis de estudo: graduação, mestrado, doutorado, cursos preparatórios em húngaro e cursos de especialização.

O programa prevê isenção de taxas universitárias, um auxílio mensal de cerca de 500 euros para doutorado e de 130 euros para o restante dos cursos durante todo o período de estudos.

As bolsas para estudar na Hungria também incluem alojamento gratuito ou uma ajuda de custo para acomodação. Os selecionados ganham também seguro médico.

>>> Como validar mestrado do Exterior no Brasil

Requisitos e candidatura

As candidaturas só serão consideradas se o candidato for nomeado pelas autoridades responsáveis do parceiro remetente. Os candidatos devem ter mais de 18 anos

O interessado tem a oportunidade de escolher entre opções de uma lista de quase 30 instituições de ensino húngaras e mais de 450 cursos nas mais variadas áreas. Há também a possibilidade de estudar em diferentes línguas.

Para se inscrever às bolsas para estudar na Hungria, é preciso realizar a candidatura no site do programa. O candidato deve enviar:

  • Formulário de inscrição preenchido;
  • Carta de motivação;
  • Diploma (de acordo com o nível exigido pelo curso);
  • Histórico escolar;
  • Certificado médico (se aplicável);
  • Cópia do passaporte;
  • Certificado de inglês (se aplicável);
  • Carta de aceite;
  • Cartas de recomendação;
  • Portfólio (se aplicável).

Saiba tudo sobre o programa
Veja a lista dos cursos e instituições
Informe-se sobre a candidatura

Todas as bolsas abertas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Quem tiver dúvidas, pode entrar no grupo do Partiu Intercâmbio no Facebook e postar por lá que a gente responde. Já pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

>>> Como funciona o buscador de bolsas de estudo do Partiu Intercâmbio

 

COMENTÁRIOS

7 respostas para “Stipendium Hungaricum: bolsas para estudar na Hungria”

  1. Patrícia disse:

    No edital não informa o e-mail para o contato dos responsáveis pelo processo aqui no Brasil. Alguém sabe como proceder?

  2. ana disse:

    Olá bolsista rs
    você sabe se o programa dá bolsas apenas para curso de inglês? venho procurado por uma bolsa de curso de inglês mas é bastante difícil.

  3. Júlio Raphael disse:

    Tenho 17 anos, completo 18 em 20 de fevereiro, gostaria de saber, se é possível o processo de candidatura, levando em consideração, que terei terminado o ensino médio até lá e certificado de proficiência em inglês

  4. Daniela disse:

    Olá!

    Qual é a Sending Partner do Brazil?

  5. Pedro Henrique disse:

    Olá! Não entendi essa parte: “As candidaturas só serão consideradas se o candidato for nomeado pelas autoridades responsáveis do parceiro remetente.” Como sei quem é o remetente? Mesmo para concorrer às bolsas de graduação tenho que está filiado a uma universidade? Obrigado e parabéns pelo conteúdo!

  6. Littieri Lamb disse:

    Sou bolsista do Stipendium e apesar da bolsa não cobrir todos o gastos do estudante e da concorrência ter aumentado muito no ultimo ano, é uma grande oportunidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *