Bolsas de estudo no Exterior para mulheres na área de exatas

bolsas de estudo para mulheres exatas fundação Schlumberger

A Fundação Schlumberger está recebendo inscrições para o programa Faculty for the Future até o dia 7 de novembro. As bolsas de estudos no Exterior para mulheres na área de exatas são para cursos de PhD ou pós-douturado no exterior com início no ano acadêmico 2019-2020. O programa não determina um país ou uma universidade específicos. Para se candidatar, basta querer estudar ou estar inscrita em uma instituição de um país diferente do país de origem.

Bolsas de doutorado

O programa é voltado para mulheres provenientes de países em desenvolvimento ou emergentes interessadas em realizar estudos nas áreas de ciência, tecnologia ou matemática. O valor das bolsas é baseado nos gastos reais comprovados pelas bolsistas e pode ser de até 50 mil dólares por ano. A bolsa poderá ser renovada até o completamento dos estudos, desde que sejam cumpridos requisitos de desempenho, auto-avaliação, recomendação dos superiores e evidências de que as bolsistas tenham intenção de retornar ao país de origem.

> Como conseguir uma vaga de doutorado no Exterior

Quem pode ganhar as bolsas de estudo no Exterior para mulheres

Para se inscrever, é necessário:

  • Ser mulher e cidadã de um país em desenvolvimento ou emergente;
  • Estar em processo de inscrição, ter sido já aceita, ou estar já matriculada em uma universidade no exterior para cursar PhD ou pós-doutorado;
  • Possuir excelente currículo acadêmico e comprovar a intenção de dedicar-se ao ensino e a pesquisa ou à atuação dentro do setor público;
  • Demonstrar habilidades de liderança, senso de comunidade e possuir um histórico de engajamento com o apoio a jovens mulheres na área de ciência, tecnologia, engenharia e matemática;
  • Comprovar a intenção de retornar ao seu país de origem uma vez completado o período de estudos.

>> Associação oferece bolsas de pós-graduação para mulheres nos EUA

Como é a seleção das bolsas de estudo no Exterior para mulheres

A seleção para as bolsas de estudo no Exterior para mulheres na área de exatas é feita em cinco etapas. Na primeira, são verificados os critérios de elegibilidade, como o país de origem e a área de estudos, além da adequação da candidatura. Em segundo lugar, é atribuída uma pontuação a critérios como desempenho acadêmico, qualidade das referências, interesse científico do projeto de pesquisa, comprometimento, relevância da pesquisa para o país de origem e qualidade da universidade do país de acolhimento.

>>> Como validar diploma do Exterior no Brasil

Posteriormente, o comitê científico da fundação analisará a lista gerada na segunda etapa, com foco específico na qualidade do projeto de pesquisa e na relevância e no interesse científicos deste para o país do candidata. Na quarta etapa, as candidatas são entrevistadas por telefone, e, depois da entrevista, sai a lista final das selecionadas. A previsão é que o resultado da seleção seja anunciado a partir do final de março de 2017.

Não existe um número fechado de bolsas, mas normalmente o programa concede vários benefícios. De acordo com a fundação, na última edição foram selecionadas cerca de 40 candidatas. Ou seja, vale a pena tentar!

>>> O que precisa ter numa carta de recomendação

Sobre a Fundação Schlumberger e o Faculty for the Future

A Fundação Schlumberger é uma entidade independente e sem fins lucrativos que apoia o ensino da ciência, tecnologia, engenharia e matemática. É administrada por funcionários da empresa de serviços petrolíferos Schlumberger, a maior do mundo no seu campo de atuação. Ela foi fundada na França e atualmente conta com mais de 100 mil funcionários de 140 países diferentes.

>>> Bolsa da Fulbright para fazer doutorado nos EUA

O “Faculty for the Future” é o principal programa da instituição. Ele tem o objetivo de gerar no longo prazo condições para que mais mulheres se dediquem a carreiras científicas, promovendo a redução das diferenças de gênero nesta área. Espera-se que as bolsistas deste programa, após completarem seus estudos no exterior, retornem aos seus países de origem para contribuir com o avanço econômico, social e tecnológico através da melhoria do ensino e da pesquisa em instituições acadêmicas nacionais ou no setor público.

Desde a sua criação, em 2004, o programa ofereceu bolsas de estudo de PhD e pós-doutorado em 243 renomadas universidades do mundo a mais de 600 mulheres provenientes de 78 países em desenvolvimento ou emergentes.

Veja as respostas para dúvidas frequentes sobre o programa
Saiba mais sobre os requisitos do Faculty for the Future
Faça sua inscrição

Todas as bolsas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter 🙂 Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

 >>> Como não errar na hora de escrever a carta de motivação
>>> Programa financiado por Bill Gates dá bolsas de pós-graduação em Cambridge

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *