Bolsa ELAP no Canadá: como funciona na graduação

bolsa elap no canada graducao dicas felipe e gabriele partiu intercambio

A Bolsa ELAP no Canadá é uma oportunidade apenas MARAVILHOSA para quem quer fazer intercâmbio no Canadá. O edital abre todos os anos e estudantes de graduação, mestrado e doutorado  podem se inscrever para o Emerging Leaders in the Americas Program (ELAP). Como o processo de inscrição é diferente para quem está na graduação e na pós, entrevistamos dois bolsistas brasileiros do programa durante a graduação para ajudar vocês: a Gabrielle Hayashi Santos, de Bauru, em São Paulo, e o  Fellipe Vargas, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Bolsas no Canadá

A seleção da Bolsa Elap na graduação é diferente da pós porque o aluno precisa ser indicado pela universidade Brasileira para a Universidade no Canadá. Assim, é necessário que a universidade no Brasil e no Canadá tenham um convênio de mobilidade acadêmica já firmado para que os alunos possam participar do intercâmbio. Caso sua universidade não tenha convênio, corra pro fim do post que lá tem uma ajuda.

Pra Gabrielle, a Universidade do Sagrado Coração de Jesus tinha convênio com a King’s University College, no Canadá. Já a PUCRS, onde o Fellipe estudava jornalismo tinha convênio com Kwantlen Polytechinic Univesity, em Surrey, entre outras. É importante saber que cada universidade tem seu próprio processo de seleção. Então, se você tem interesse em ganhar esta bolsa, entre em contato com o departamento de Relações Internacionais (ou de Mobilidade Acadêmica) da sua universidade.

>>>Universidade da Colúmbia Britânica oferece bolsas para graduação no Canadá 

bolsa elap no canadá graduação fillipe vargas

Fellipe na Universidade no Canadá

“No meu caso foi pouco mais de um ano planejando e organizando tudo. No caso fiz o passaporte, uma prova de proficiência e MUITA pesquisa sobre como funcionava o processo, que tipos de documentos eram necessários e como eu poderia agilizar tudo isso antes das inscrições abrirem. No meu caso, a PUCRS realiza uma pré seleção para depois encaminhar os alunos para concorrer à bolsa do ELAP. No edital da PUCRS eles realizam uma entrevista em grupo com todos os aplicantes, além de ter como requisito uma média de notas específica e comprovação de proficiência na língua estrangeira da universidade de destino (Inglês ou Francês)”, conta Fellipe.

>> Inglês fluente sem intercâmbio: como conseguir

A seleção da bolsa ELAP na graduação

No caso da Gabrielle o processo foi mais simples porque não haviam outros interessados na universidade dela. Então, ela só entrou em contato com o departamento responsável na universidade e passou para a parte da documentação: “depois desse contato inicial, fiz o toefl  e precisava atingir a nota de corte necessária, além de se juntar documentos como carta de recomendaçãocarta de intenção, comprovante de seus estudos em um curso superior, histórico escolar, documentação de identificação além de outros requerimentos que podem variar de ano para ano”, conta a estudante de Relações Internacionais.

Bolsa ELAP no Canadá partiu intercambio Fellipe Vargas5

Foto do Fellipe no Canadá pra deixar todo mundo com água na boca

Depois do envio de toda essa documentação, a universidade canadense escolhida confirma (ou não)  se você foi aceito e só depois disso você está apto para receber a Bolsa Elap do governo do Canadá. Quando esse e-mail chega é alegria e correria para todos os selecionados. “A partir daí, eu corri para fazer o visto, comprar passagens, procurar acomodação na cidade e a planejar o intercâmbio como um todo. Na sequência também foi realizada a matrícula na Kwantlen, onde escolhi as disciplinas e horários que ia cursar”, lembra Fellipe que cursou o segundo  semestre de 2017 no Canadá. A Gabrielle embarcou em Janeiro de 2018 e recebeu seu resultado na primeira semana de Julho “o que é tarde para esse tipo de application, pois eles geralmente saem no começo ou meio de Junho. Depois disso o primeiro passo que tomei foi implorar para minha mãe deixar eu ir! E então renovar meu passaporte e passar três longos meses fazendo cotação de passagem”, explica.

>> Vale a pena “perder” um semestre para fazer intercâmbio?

Bolsa Elap como é o intercâmbio no Canadá

O programa de bolsa Elap oferece a oportunidade de passar seis meses da sua graduação em uma universidade no Canadá cursando disciplinas equivalentes (na medida do possível) as da sua universidade brasileira. As atividades desenvolvidas pelos bolsistas Elap de graduação no Canadá podem variar de universidade para universidade. A Gabrielle frequentava cinco aulas por semana e podia ir em quantas palestras ou atividades extra curriculares ela tivesse interesse. Ela escolheu fazer parte do coral, do clube de historia e de política além de contribuir para com o conselho de estudantes. As atividades extracurriculares também variam bastante de universidade para universidade, segundo Fellipe, deu para perceber que as aulas em si são só uma parte do processo de formação nas universidades canadenses. Na Kwantlen, onde ele estudou,  aconteciam eventos todos os dias, palestras, atividades esportivas, musicais e atividades como trilhas em parques e montanhas da região.

>>>Veja mais bolsas para mobilidade acadêmica

Pra quem quer tentar essa oportunidade, tanto a Gabrielle quanto o Fellipe dizem que a melhor dica é pesquisar e perguntar muito. “Não tenha medo de entrar em contato com aqueles que já passaram pelo processo de aplicação. Nós já passamos por isso e adoraríamos ajudar”, frisa Gabrielle.  ” O processo parece confuso e gigante mas é bem organizado e funciona! Planejem com antecedência, revisem, botem o ELAP como a sua principal meta e não desistam até chegar lá”, recomenda Fellipe.

E quando a universidade não tem convênio para a bolsa Elap?

bolsa elap na graduacao Pedro Alberto Curcio Machado partiu intercambio

Muita gente tem problemas com a bolsa Elap na graduação pela falta de convênio da sua universidade do Brasil com uma universidade no Canadá. O Pedro Alberto Curcio Machado é estudante de engenharia química da UFRJ e conseguiu a bolsa Elap mesmo sem a universidade ter um convênio válido com uma universidade canadense. Pedro foi para a Western University, em London, e conseguiu a bolsa para ir como visiting research student. Ou seja, ele já tinha experiência em pesquisa no Brasil  e está no Canadá pesquisando em tempo integral. No vídeo abaixo, Pedro deu todos os detalhes de como ele conseguiu a bolsa e das diferenças do processo quando você vai como visiting research student. 

Para bolsa nessa modalidade a documentação é a mesma. O que é diferente é que o “acordo entre universidades” não é necessário. Em casos como o do Pedro, a universidade disponibiliza um “acordo entre orientadores”. “Meu orientador canadense e minha orientadora brasileira preencheram e assinaram esse formulário, que substituiu o acordo entre universidades, explica o estudante da UFRJ.

Veja o edital do ELAP

Para saber mais sobre a bolsa Elap no Canadá durante a pós-graduação, é só ler o relato que o engenheiro químico Aloísio Orlando Jr deu aqui no Partiu Intercâmbio. Ele passou seis meses na Dalhousie University, no Canadá, e deu todas as dicas pra vocês.

Todas as bolsas abertas

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Quem tiver dúvidas, pode entrar no grupo do Partiu Intercâmbio no Facebook e postar por lá que a gente responde. Já pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

Precisa de ajuda na candidatura?

Se você quer fazer pós-graduação no Exterior mas tá completamente perdido e precisa de ajuda, dá pra falar com o Partiu Intercâmbio. Sim, a gente presta consultoria ajudando quem quer fazer pós-graduação no Exterior com cartas de motivação e de recomendação, ajuda para preencher application, escolha das universidades, ajuda na busca por possíveis bolsas e tudo mais. Se você tiver interesse, é só colocar seus dados nesta planilha que a gente faz um orçamento sem compromisso.

COMENTÁRIOS

Uma resposta para “Bolsa ELAP no Canadá: bolsistas contam como é o programa na graduação”

  1. Jessica R N Abreu disse:

    Acabei de descobrir o site e estou mergulhando nele! Demais! Está de parabéns! Já já chega email meu por aí!! rsrs