Celi: como é a prova de proficiência em italiano - Partiu Intercâmbio

O CELI (Certificato di Conoscenza della Lingua Italiana) um das provas de proficiência em italiano que existem. O exame é da Università per Stranieri di Perugia. A inscrição no CELI é feita para o nível específico que você quer alcançar e os níveis são divididos em CELI 1, 2, 3, 4 e 5 (do A2 ao C2), então, se a bolsa ou curso que você está tentando pede um nível B2, por exemplo, você precisa se inscrever no CELI 3.

Bolsas na Itália

Onde fazer o CELI?

A prova de proficiência em italiano é aplicada em diversas cidades do Brasil como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Fortaleza.  Aqui em Belo Horizonte, onde eu fiz, ela tem aplicações somente duas vezes por ano, uma em junho e outra em novembro. Em cidades maiores como São Paulo, existe mais oferta de datas e até de outros exames italianos (falamos deles mais abaixo), mas a oferta não é tão grande, então é bom ficar esperto com o calendário (isso vale pro CELI e para todas as outras provas de proficiência em italiano ou outras línguas).

>>> Como estudar na Itália?

Como se inscrever para a prova de proficiência em italiano?

Para se inscrever para o CELI, você deve procurar os centros aplicadores mais próximos de você, no meu caso, eu fiz a inscrição na Fundação Torino e o processo de inscrição é bem simples: preenchimento de formulário e pagamento de uma taxa de 100 euros. As inscrições acontecem dois meses antes da data do exame e depois de realizada, é torcer para ter público o suficiente para a realização do exame, ou seja, a ansiedade já começa aí.

>>> Como é estudar Direitos Humanos na Itália?

Como é a prova do CELI?

A prova é dividida em duas partes: escrita (prova scritta) e oral (prova orale), que valem 140 e 60 pontos, respectivamente. A parte escrita, por sua vez, é subdividida em quatro partes, A, B, C e D: leitura, teste escrito com duas redações, competência linguística e compreensão oral. Para ser aprovado no exame B2, por exemplo, é necessário obter no mínimo 84 pontos na prova escrita e 33 pontos no exame oral, o legal é que se você passa só no escrito ou só o oral, você pode se inscrever de novo só na parte que não passou. Mais detalhes sobre a estrutura do exame e provas antigas podem ser consultados no próprio site oficial do exame.

A prova escrita dura 3 horas e 25 minutos, com um pequeno intervalo no meio, e a prova oral dura cerca de 15 minutos. Quando eu fiz, e parte escrita foi na parte da manhã e a parte oral na parte da tarde, às 15h, ou seja, cheguei no local do exame às 8h da manhã e fui sair só 15:30. A validade do certificado do CELI é indeterminada, mas os editais de mestrado na Itália geralmente pedem provas de proficiência em italiano obtidas a menos de 2 anos.

>>> O que é o GRE, a prova pedida por muitos mestrados e MBAs no Exterior

Tudo sobre mestrado na Itália

Preparação para o CELI

Eu comecei a estudar italiano há 8 anos e dou aulas da língua desde que eu voltei do meu intercâmbio (fiz Ciência sem Fronteiras na Itália em 2014/2015), então quando eu decidi que iria fazer a prova, não estudei muito o italiano propriamente dito, fiz uma revisão gramatical e estudei um pouco a estrutura da prova. Para quem estuda italiano há pouco tempo também é perfeitamente possível passar no exame, claro que a gramática e a prática de conversação são essenciais, mas o mais importante é realmente saber a estrutura da prova. Não precisa estudar italiano há anos para conseguir passar, se tiver tempo para se dedicar e estudar de forma focalizada no exame, já é muito caminho andado!

O site oficial oferece algumas provas antigas do CELI para baixar para estudar para a prova de proficiência, mas a quantidade é realmente muito pequena, geralmente publicam só um exame de cada nível. Fora do site oficial é mais difícil ainda! Eu não encontrei quase nada sobre o exame na internet e não conhecia ninguém que tinha passado pela prova, infelizmente não consegui encontrar muitas provas antigas nos meus garimpos de internet e fiz tudo muito no escuro.

 

Dicas para ir bem na prova de proficiência em italiano

Conhecer seu território da batalha! É sério, gente! Façam todas as provas antigas que conseguirem encontrar! Não caiam no erro de ficar só estudando gramática até os 45 minutos do 2º tempo, tentem resolver os exames antigos respeitando o tempo de cada parte. Outra dica importante é a famosa imersão linguística. Assistam séries italianas, filmes, leiam livros de leitura simplificada, enfim, vivam em italiano! É muito importante também tentar praticar e tem uma série de aplicativos que te colocam em contato com os nativos, eu usei muito um que se chama Tandem e gostava bastante. O exame oral dura somente 15 minutos e eles basicamente pedem para você descrever uma imagem, explicar um texto e falar um pouco sobre você, não é nada de outro mundo mas é muito importante praticar a língua.

O CELI é a única prova de proficiência em italiano?

Não. Existem outros exames que também são aceitos para estudar em uma universidade na Itália ou para tentar uma bolsa em uma universidade italiana. Alguns outros testes conhecidos para comprovar proficiência em italiano aceitos para entrar em universidades italianas, além do CELI, são:

  •  CILS (Certificazione di Italiano come Lingua Straniera): é o teste de proficiência em italiano da Universidade de Siena. O CILS atesta a competência lingüístico-comunicativa em italiano como segunda língua e também vai dos níveis A1 ao C2. Assim como o CELI, o CILS avalia quatro habilidades básicas e é dividido em quatro seções (competência oral, escrita, morfossintática e lexical, compreensão de textos escritos, compreensão de textos orais). O exame consiste em questões fechadas (questões de múltipla escolha) e questões semi-estruturadas (reelaboração de textos a partir de elementos de dados) e abertas (desenvolvimento livre de um tópico). A prova também é oferecida em diversas capitais e cidades do Brasil.
  • PLIDA (Progetto Lingua Italiana Dante Alighieri ): O PLIDA é a prova de proficiência da Società Dante Alighieri. O exame é dividido em quatro fases que correspondem a quatro habilidades básicas (ouvir, ler, escrever, falar). O teste também certifica conhecimento do A1 ao C2.

Eu acabei fazendo o CELI só porque era o único aplicado na minha cidade, Belo Horizonte, mas todos eles são igualmente aceitos. Eu decidi fazer um exame de proficiência em italiano pois estou terminando minha graduação em poucos meses e tenho muita vontade de fazer um mestrado fora, de preferência na Itália.

Mais detalhes sobre a prova

Todas as bolsas abertas

celi prova de proficiencia em italiano partiu intercambio Clycia Gracioso na italia

 

Sobre a autora:

Clycia Gracioso tem 28 anos e está concluindo o curso de Arquitetura e Urbanismo na UFMG. Ela dá aulas de italiano online e fez Ciência sem Fronteiras em Florença, na Itália. Clycia acessa o Partiu Intercâmbio em busca de bolsas de mestrado na Itália.  Vocês podem entrar em contato com ela no Instagram.

 

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Quem tiver dúvidas, pode entrar no grupo do Partiu Intercâmbio no Facebook e postar por lá que a gente responde. Já pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.