Com que mala (ou mochila) eu vou? - Partiu Intercâmbio

Arrumar a mala tira o sono de muito viajante. Minha mãe por exemplo, começa a sofrer uma semana antes e me liga sempre com o mesmo drama: não sei o que levar! Uma vez, quando eu era criança, viajamos no fim de semana e ela passou o tempo todo com a mesma roupa, apesar de ter levado uma mala gigante. Tava louca de medo do frio, mas não pensou que poderia fazer calor. (beijo, mãe <3).

Já eu sou do tipo que, se pudesse, viajava sem nada, prefiro ter que comprar uma blusa ou repetir uma calça do que exagerar. Nas minhas últimas férias, passei 15 dias entre Argentina e Uruguai com a bagagem da foto aí em cima. Depois, parti para mais uns dias no México com a menor mala de mão que eu já consegui levar (a bolsa verde da foto abaixo). Fazer malas pequenas é um treino, uma terapia, leva tempo, mas a gente vai conseguindo, especialmente depois de passar alguns apertos.

Menor bagagem de mão que eu já consegui levar #orgulho

Se fazer as malas para ficar uma semana fora tira o sono de muita gente, imagine, então, quando é hora de arrumar tudo para ficar uma longa temporada por aí. Não importa qual o tipo ou tempo da viagem, sempre perguntam: melhor ir de mala ou de mochila? A resposta é sempre a mesma: depende. Mas uma regra básica que eu sigo sempre e acho que vale para todo mundo em qualquer tipo de empreitada é: só leve aquilo que você consegue carregar sozinho. Parece exagero, mas é a melhor dica para não passar por apertos na ida e não ter problemas com o excesso de peso na volta. Além de tudo, viajar não deixa de ser um exercício de desapego, né? É até uma questão de conforto (e por que não de saúde) não levar a casa inteira nas costas. Vá com a mala levinha, assim você tem mais espaço para tudo o que vai trazer (em todos os sentidos).

A não ser que seja só um fim de semana na praia, você, independente da quantidade de coisas que levar,  vai voltar com coisas a mais. Nem que seja um monte de papel (eu, por exemplo, tenho caixas e caixas de folhetos, revistas, notas e outras tralhas acumuladas durante viagens e tudo isso pesa). Pra quem gosta de fazer compras, costumo brincar que o ideal é levar uma mala com o que você precisa e outra vazia. Só para trazer objetos pessoais, presentes e outras coisas que você vai adquirir. Além disso, nem todo mundo que vai viajar e terá alguém que vai esperar por você de carro no aeroporto. Então, levar um monte de bagagem pesada pode ser a pior ideia se você tiver de pegar transporte público. Ainda mais depois de cansativas horas de viagem e sem ninguém para ajudar.

Não importa se você vai passar dois meses ou um ano viajando: vale a pena investir em uma mala/mochila de qualidade, ela provavelmente será usada outras ocasiões e não vai te deixar na mão. Se você for escolher uma mochila, lembre que ela deve ser confortável e ter sistemas que a prendam ao corpo de maneira que o peso fique bem distribuído. Outra opção interessante são as que têm as alças revestidas e acolchoadas para não machucar os ombros. As mochilas são ideais para as viagens mais curtas e para quem, de fato, consegue levar pouca coisa. Afinal, não tem nada pior que se sentir carregando o mundo inteiro nas costas.

Se optar por uma mala, invista em uma um pouco mais leve. As com rodas que giram para todos os lados são mais caras, mas facilitam a mobilidade de maneira muito significativa, em qualquer terreno. Outro ponto interessante é que elas porque podem ser puxadas de quase qualquer maneira. São mais caras, mas o conforto na hora de carregar compensa.

E vocês? preferem viajar com mala ou com mochila? Já passaram por algum aperto por excesso de bagagem por aí? Contem aí nos comentários :)

E seja qual for a sua opção, vale lembrar: não esqueça de levar uma mochila/bolsa pequena para andar por aí durante o dia, né!

COMENTÁRIOS

4 respostas para “Com que mala (ou mochila) eu vou?”

  1. Carla M. disse:

    Oi, Bruna! Acompanho seu blog a algum tempo e acho muito bacana você se dispor a passar tantas informações úteis.
    Tentei achar no site antes de perguntar, mas não consegui. Você comenta sobre quantos intercâmbios fez, que foram vários… foram todos de estudo? Eram bolsas integrais? E só mais uma pergunta… que curso você cursava/cursa?

    Até mais! 🙂

  2. Pra mim é o básico. Se a viagem é menor que 1 semana são 2 camisetas, 1 bermuda, 1 calça, 1 tênis, 1 chinelo e uma blusa quente, e cuecas e meias para uma semana(é o mais essencial). Se a viagem é mais pra cima de uma semana, levo roupa para 1 semana e ponto ! Só não em relação a intercâmbio, pois o meu vou fazer ano que vem !
    E é claro, em todos os momentos, meu mochilão e mochila de ataque !! Nunca deixam a desejar, sendo na corrida de um voo ou no dia a dia, muito mais prática !!!
    No meu mochilão, fui com minha querida mochila de 70 litros pela metade, e voltei com ela recheada não só de histórias 😀 !

    • Bruna Amaral disse:

      Sim 🙂 quanto menos a gente leva, mais a gente consegue trazer (em todos os sentidos). Tu vai fazer intercâmbio onde? Essa tua lista é tri boa! e serve pras meninas também. Não tem por que levar coisa demais!

      • Então Bruna, ainda não sei como, quando, o que e onde vou fazer o intercâmbio, mas quero fazer o ano que vem !!! Por isso acompanho teu blog, além de gostar do seu estilo de escrever, tem informações muito bacanas para intercâmbistas de primeira viagem, como eu !!! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.