Banco Mundial dá bolsas para mestrado no Japão e em outros países

O Joint Japan/World Bank Graduate Scholarship Program (JJWBGSP) é um programa do Banco Mundial que oferece bolsas para mestrado no Japão e em outros países a jovens provenientes de algumas nações em desenvolvimento.  Apesar do contexto atual de pandemia de COVID-19, foi recém anunciada a abertura da convocatória para a edição de 2020 do programa. Infelizmente, neste ano o Brasil não está nas lista dos países contemplados. No entanto, candidatos de Cabo Verde, Angola, Moçambique, Guinea-Bissau e São Tomé e Príncipe ainda podem se candidatar.

Bolsas no Japão

 

O programa tem o objetivo de criar novas abordagens para o compartilhamento de conhecimento no mundo em desenvolvimento. Desde 1982, o JJWBGSP já ajudou a formar mais de 6 mil profissionais para impactar positivamente a realidade dos seus países.

>>> Rotary oferece bolsa para fazer mestrado no Exterior em estudos da paz

Sobre o programa JJWBGSP

As bolsas para mestrado no Japão e em outros países são voltadas para candidatos interessados em cursos de pós-graduação em áreas relacionadas ao desenvolvimento. Neste ano, a lista de cursos contemplados pelo programa e de universidades parceiras mudou. Agora são 30 programas preferenciais e 10 instituições de ensino parceiras nos EUA, Europa e Japão. Entre as possíveis áreas de estudo estão: política econômica; política tributária; recursos hídricos, gestão de infraestrutura; saúde e outras.

>>> Brasileira estudando no Japão fala da experiência

Como parte das contrapartidas, depois de obter o diploma, os bolsistas devem se comprometer a retornar aos seus países de origem e utilizar seus conhecimentos para contribuir para o seu desenvolvimento social e econômico.

O benefício inclui as taxas universitárias, um auxílio mensal para os custos de vida, passagens de ida e volta, seguro saúde e subsídio para viagem (500 dólares para cada viagem). As bolsas para mestrado no Japão e em outros países têm duração de dois anos.

>>> Só quem tem 10 em tudo ganha bolsa para estudar fora?

Requisitos para participar

Para ser um dos bolsistas do programa, é preciso ser aceito em um dos cursos da lista que inclui universidades renomadas como Columbia, John Hopkins, Massachusetts Institute of Technology (MIT), IHE Delft Institute e outras nos Estados Unidos, Japão, Holanda e em outros países. Além disso, são levados em consideração a experiência profissional e o histórico de apoio aos esforços de desenvolvimento de seus países.

Os outros critérios de seleção são:

  • Ser proveniente de um país em desenvolvimento presente nesta lista;
  • Não possuir cidadania de um país desenvolvido;
  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter diploma de graduação;
  • Possuir no mínimo três anos de experiência de trabalho recente em área relacionada ao desenvolvimento após a graduação;
  • Estar trabalhando na área em um cargo remunerado em tempo integral no momento de submissão da solicitação da bolsa (exceção para os países em conflito);
  • Ser admitido em um dos cursos da lista preferencial do programa;
  • Não ser diretor executivo ou ter qualquer tipo de nomeação ou parente próximo no Banco Mundial.

Os candidatos brasileiros não poderão se candidatar este ano para o programa, pois o Brasil foi excluído da lista de países contemplados. Contudo, candidatos de Cabo Verde, Angola, Moçambique, Guinea-Bissau e São Tomé e Príncipe ainda são aceitos.

>>> Veja outras bolsas para fazer mestrado no exterior

Como se candidatar às bolsas para mestrado no Japão

O processo de candidatura também está um pouco diferente neste ano. Ele não é o mesmo para quem deseja concorrer a um programa preferencial e para quem quer estudar em uma universidade parceira.

Para se candidatar para um dos cursos da lista preferencial, é preciso aplicar até o dia 23 de abril. Os interessados devem estar cientes dos requisitos do curso, seguir as instruções disponíveis no guia e se inscrever neste link, enviando a seguinte documentação:

  • Duas cartas de recomendação;
  • Formulário de candidatura preenchido;
  • Comprovante de experiência profissional;
  • Diploma de graduação;
  • Currículo.

Os documentos que não estiverem em inglês precisam estar acompanhados de tradução.

>>> Como fazer o TOEFL em casa?

Por outro lado, quem irá se candidatar para um programa de uma universidade parceira deve solicitar diretamente a admissão no curso de interesse. O prazo para inscrição, nesse caso, segue o calendário de cada instituição. O departamento responsável por cada um dos cursos irá selecionar alguns candidatos elegíveis para o programa.

O comitê de seleção irá avaliar a qualidade da experiência profissional, as recomendações, o comprometimento com o país de origem e a formação.

Saiba tudo sobre as bolsas
Acesse o guia de candidatura
Veja a lista de cursos contemplados
Confira a lista de universidades parceiras

Todas as bolsas abertas

Toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTube. Assina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post. Já quem quer receber e-mail alertando de novas bolsas pode se inscrever na nossa newsletter. Pra saber mais sobre a Bruna e o Partiu Intercâmbio é só acessar esse post. Os apoiadores do Partiu Intercâmbio recebem alertas de bolsas de estudos segmentados e dicas exclusivas no Whatsapp e também por e-mail. A gente também presta consultoria para quem quer estudar no Exterior e você pode pedir um orçamento sem compromisso.

Jaqueline Crestani

Ver Comentários

Posts Recentes

Oportunidade para viajar com tudo pago para evento de diplomacia no Egito

Imagina ganhar uma bolsa para evento de juventude e diplomacia no Egito com jovens de…

1 week atrás

Programa de estágio na Coreia do Sul para estudantes de graduação

O Graduate Institute of Ferrous & Energy Material Technology, o único instituto de ensino superior…

1 week atrás

Bolsa da Universidade de Maastricht para mestrado na Holanda

Estão abertas até 1º de fevereiro as candidaturas para um programa que concede bolsa na…

1 week atrás

Erasmus tem bolsa para mestrado na área de educação de adultos na Europa e Malásia

Já pensou em ganhar uma bolsa para mestrado na área da educação de adultos? Pois…

1 week atrás

Bolsa para mestrado em Paris na École Normale Supérieure recebe inscrições

Uma bolsa para mestrado em Paris é o seu sonho? Pois ele pode virar realidade…

1 week atrás

Bocconi: Universidade oferece bolsas de graduação na Itália

A Università Commerciale Luigi Bocconi, conhecida como "Bocconi", é uma renomada instituição de ensino superior…

1 week atrás