Mestrado em comunicação da Deutsche Welle tem inscrições abertas

Início » Bolsas de estudo » Mestrado em comunicação da Deutsche Welle tem inscrições abertas

 

Se você quer fazer mestrado na Alemanha e ter a mesma vida bacana que eu tive em Bonn, fique atento: as inscrições para o mestrado em comunicação da Deutsche Welle, o International Media Studies (IMS)  estão abertas até março. O IMS é exatamente o mestrado que eu fiz na Alemanha e que me possibilitou trabalhar por aqui depois 😉  O curso tem duração de quatro semestres e é em tempo integral. O currículo é bilíngue (alemão e inglês) e oferece disciplinas de mídia e desenvolvimento, jornalismo, comunicação e gerenciamento de mídia. O curso é fruto de uma parceria entre a Universidade de Bonn, a Hochschule Bonn Rhein- Sieg (HBRS) e a Deutsche Welle (DW), emissora pública internacional da Alemanha. As inscrições  só podem ser feitas online, bolsas totais e parciais estão disponíveis para os inscritos.

 

Como é o IMS da Deutsche Welle?

Programa de mestrado em comunicação na Alemanha é, DE FATO, um programa internacional. Todo ano tem, pelo menos, um brasileiro (quase sempre com bolsa). Eles não aceitam mais do que três pessoas de cada país, então você vai estudar com gente da Alemanha, Indonésia, Palestina, Israel, Colômbia, México, Síria, Costa Rica, Bósnia e outros tantos lugares.  Por isso, acho que mais que gostar de estudar, você vai ter que gostar de lidar com gente. Como eu já disse aqui uma vez, a convivência intercultural na prática e no dia a dia pode ser estressante e frustrante por vezes. No entanto, acho que essa é uma das coisas mais fascinantes desse curso: todos os dias eu descubro novas coisas sobre novos lugares. Coisas que eu completamente ignorava e que talvez nunca fosse ficar sabendo sem o contato direto e intenso que o IMS proporciona.

Mas vamos aos pontos práticos: as aulas são normalmente dadas na própria Deutsche Welle, não na Universidade – o que, na minha opinião, é um pouco ruim – mas os alunos do IMS têm aulas com professores tanto da Uni Bonn quando da HBRS e podem usar as dependências das duas. Na verdade, qualquer um que se interessar pode fazer aulas extras na Uni ou na Hochschule, eu mesma faço duas cadeiras extras na Uni Bonn (sou nerd!). No primeiro semestre, quase tudo é inglês. Nos semestres seguintes, a quantidade de aulas em alemão aumenta. As provas e a dissertação, no entanto, podem ser feitas em qualquer uma das duas línguas do programa. O aluno que escolhe. Então, se você fala inglês bem, tem o certificado de alemão exigido e tá inseguro sobre se inscrever, meu conselho é: INSCREVA-SE, não precisa ter medo do alemão, especialmente de escrever em alemão. Eu já morei aqui um tantão de vezes e ainda faço curso de alemão para aprimorar a escrita (a universidade oferece de graça!) e sei que posso fazer provas em inglês se eu me sentir mais confortável com isso. Então, nada de medinho :)

 

2013, Mestrado na Alemanha

Na página da DW,  vocês vão encontrar que o curso custa 6 mil euros. Eles oferecem possibilidade de bolsa e meia bolsa. Você no entanto deve indicar que quer concorrer a uma bolsa parcial ou total. A parcial cobre os custos do curso e a completa paga o curso, passagem de ida e volta e ainda tem 750 euros por mês para viver, pagar aluguel, seguro saúde, durante os dois anos do curso. Eu recebi essa bolsa de 2013 a 2015 e dava para viver super bem! Para o primeiro mês especialmente, tem que trazer uma reserva porque tem uns gastos extras, mas na vida normal, os 750 euros por mês para ser estudante na Alemanha são suficientes.

 

O que precisa para se inscrever:

Para poder se inscrever você deve ter os documentos em inglês ou alemão:

– Carta de motivação assinada
– Currículo tabelar assinado
– Diploma e currículo com as suas notas
– Comprovação de, pelo menos, um ano de experiência profissional em um campo relacionado mídia depois de formado (para concorrer a uma bolsa integral é preciso dar provas de pelo menos mais um ano de  experiência profissional )
– Comprovante de proficiência em inglês:  TOEFL iBT de 83 ou superior, IELTS com 6.0 ou superior; BULATS com 70 ou superior, LCCI com  Nível 3. Os certificados de língua inglesa são válidos por dois anos a partir da data de emissão
– Comprovante de conhecimentos de alemão suficientes: TestDaF pelo menos nível TDN 3 em todas as quatro partes do exame, Goethe Zertifikat pelo menos nível B2 ou DSH pelo menos o nível 1.
– Cópia do passaporte

Para se candidatar para a bolsa integral, documentos adicionais são necessários:
– Carta de recomendação recente de um professor da sua Universidade (assinada e com carimbo)
–  Carta de recomendação recentes de um empregador (assinada com um carimbo oficial da empresa)
– Formulário de candidatura no site do DAAD
– Diploma do ensino médio

Dúvidas sobre o processo de inscrição, bolsas ou qualquer outra coisa podem ser enviadas para ims@dw.de se alguém tiver dúvidas sobre o curso, só perguntar aí nos comentários (aí todo mundo fica sabendo da resposta). E não esqueçam, as inscrições vão até 31 de março

Saiba mais sobre a bolsa de mestrado da Deutsche Welle na Alemanha
Inscreva-se para o curso de mestrado
Veja as respostas para as dúvidas mais frequentes sobre a bolsa de estudos na Alemanha

Boa sorte para todo mundo e beijo!

COMENTÁRIOS

11 respostas para “Mestrado em comunicação da Deutsche Welle tem inscrições abertas”

  1. […] – Bolsa para fazer mestrado em International Media Studies na Deutsche Welle Akademie, em Bonn, […]

  2. lana Santana disse:

    Olá!!!

    Bruna, tenho acompanhado seu blog e cada vez mais o sonho do intercâmbio
    fica mais aflorado em mim!!
    No caso gostaria de saber a sua opinião, impressões…rsr
    estou pretendo fazer o curso de secretariado executivo na FATEC
    esse curso abrange 3 idiomas ( ingles,espanhol,alemão ou frânces, tenho preferencia pelo alemão)
    Sera q com este curso conseguiria estar apta ao mestrado da Deutsche Welle??

  3. lais bueno tonin disse:

    Bruna, inscrição agora somente em 2016?

  4. Fernanda Cunha disse:

    Oi, Bruna. Na parte de experiência, assessoria de imprensa conta como jornalismo? Sei que em alguns países o jornalismo e assessoria de imprensa são profissões bem distintas. Tipo nos EUA, onde o assessor de imprensa deve ser formado em relações públicas e não em jornalismo, como no Brasil. Como é aí? Abs e parabéns pelo trabalho!

  5. […] bolsa do DAAD é a mesma que eu tenho para estudar aqui em Bonn. Ela inclui 750 por mês, ajuda de custo para passagem aérea na ida e na volta, curso […]

  6. […] bolsa do DAAD é a mesma que eu tenho para estudar aqui em Bonn. Ela inclui 750 por mês, ajuda de custo para passagem aérea na ida e na volta, curso […]

  7. Juliana A disse:

    Oi Bruna,
    sou da área de Engenharia Florestal, mas queria um Master em Urbanismo, porque lido com árvores em cidades/cidades verdes/smart cities. Conhece alguma bolsa alemã nessa área? Ou talvez alguém que estude por aí que possa me indicar?
    Obrigada

  8. Bruno Berlanda disse:

    Bruna, pra quem não é formado em jornalismo como eu comprovaria experiência? Eles consideram apenas veículos de comunicação ou um blog que analisa eventos internacionais conta? Um abraço!

  9. Mariana disse:

    Será que vale a pena tentar bolsa mesmo sem ter a experiência profissional depois de formado como é exigido? Ou eles nem consideram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *