Fazer intercâmbio sem saber a língua do país é possível?

Não sei quantas vezes na vida me chamaram de maluca por ter ido fazer intercâmbio sem saber a língua do país. Em 2003, fui estudar na Alemanha com 17 anos sem saber patavinas de alemão. Pra mim, maluquice são outras coisas, tipo se sabotar porque “não sei inglês o suficiente”, mas cada um com a suas loucuras.

>>> Verdade sobre intercâmbio sem saber o idioma

O negócio é que enquanto uns se auto-censuram e, assim, se privam de experiências incríveis, alguns malucos enfrentam o medo, metem a cara e vão fazer intercâmbio sem saber a língua. Se você acha que ir fazer um ano no Ensino Médio (ou qualquer outro tipo de intercâmbio) num país cuja a língua você não fala é coisa de louco, então imagine o quão assustador deve ser estudar geografia, história e literatura em um idioma sem gênero gramatical e com nada menos do que 22 casos de declinação. Deu calafrio?

 

Intercâmbio sem saber a língua: um ano na Hungria

Pois é o que a Alana Pontel fez durante um ano na Hungria (sim, você leu certo). A adolescente de Paim Filho, no Rio Grande do Sul, ganhou uma bolsa de estudos de High School e fez um ano do Ensino Médio na pequena cidade de Atkar (só com1,6 mil habitantes!). Tá de queixo caído? Veja o depoimento dela e inspire-se a transformar o medo do novo ou do intercâmbio sem saber a língua em capacidade de crescer:

alana pontel hungria fazer intercambio sem saber a lingua

 

“Quando fui para Hungria fazer intercâmbio sem saber a língua, pensei que não iria aprender a língua, ou melhor, que ia demorar um bom tempo até eu aprender. Mas acabou sendo uma experiência maravilhosa, e também sofrida. No inicio, não foi fácil chegar sem saber como me comunicar com as pessoas, sem saber o que elas estavam dizendo. Depois de alguns meses de estudo e escuta, eu já estava falando. Foi aí que começou a melhor parte, comecei a estudar sobre a cultura, a conversar com as pessoas, entender as diferenças.

Alana com a família húngara que a recebeu

Alana com a família húngara que a recebeu

Porque entre as duas culturas [brasileira e húngara] há muita diferença. Desde a comida, o pensamento, o jeito de vestir… tudo. Mas intercâmbio é justamente isso: experiência, aprendizado. Abrir sua mente para novas idéias, novas aventuras, novos amigos e até uma segunda família. É amadurecer muitos anos em um. Aprendi coisas que jamais vou esquecer e que mudaram muito minha forma de pensar. Eu me sinto muito feliz por ter conseguido passar esse ano na Hungria e viver tudo o que vivi.

Não me arrependo de nada, tudo foi aprendizado, nos momentos mais difíceis e principalmente nos meus erros, foram esses que fizeram os momentos bons valerem a pena. Cada momento, cada história, cada pessoa que conheci nesse intercâmbio e tudo que aprendi com elas, com certeza, estarão comigo para sempre.”

Curtiram? Eu amei!

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 🙂

COMENTÁRIOS

14 respostas para “Fazer intercâmbio sem saber a língua do país é possível?”

  1. yasmin oliveira disse:

    alguem por favor me respode o que eu faço??

  2. yasmin oliveira disse:

    todo mundo acha que sou doida pois quero ir ao canada sem falar ingles….e agora estou aprenciva..meu deus me ajuda

  3. Fernando Ferreira disse:

    O húngaro é uma língua exótica, dado tratar-se de uma língua única, sem parentesco com qualquer outra, ainda que, há milhares de anos, possa ter tido alguma afinidade com o finlandês e o estoniano. O exotismo é tal que Hungria se escreve Magyarország na língua húngara.
    O facto é ainda mais estranho, dada a localização da Hungria, em pleno centro geográfico europeu, rodeada de línguas latinas, germânicas e eslavas.
    Tal facto exerce sobre mim um grande fascínio, o que me levou a uma tentativa de aprendizagem das bases da língua. Acho que nunca vou falar húngaro – sem professor é extraordinariamente difícil – mas alguma coisa há-de ficar.

  4. Jhessi disse:

    Exatamente meu sonho é fazer High shcool mais não falo nenhuma outra lingua só um pouco de espanhol todos me julgam e falam que sou doida ou não vou conseguir por que acham isso loucura – mais acho que é um risco que quero correr sempre sonhei com isso e estou “indo” para aprender, inovar – Mais tá dificil

  5. Guest disse:

    Exatamente meu sonho é fazer High shcool mais não falo nenhuma outra lingua só um pouco de espanhol todos me julgam e falam que sou doida ou não vou conseguir por que acham isso loucura – mais acho que é um risco que quero correr sempre sonhei com isso e estou “indo” para aprender, inovar – Mais tá dificil

  6. Patricia disse:

    Olá…adorei seu post.. Pretendo ir para o Canadá em Outubro porém não falo inglês, vc acha que 1 mês de intercambio consigo aprender bastante coisa?

    • Patrícia, se você não fala naaada, talvez fosse mais legal ficar um pouquinho mais para que você se adapte melhor e aprenda mais. No entanto, vai depender de você e do seu empenho. Se você estiver realmente focada em aprender, vai tirar muito proveito seja de um mês, dois ou seis 🙂

  7. […] minha nova realidade, (que não foi nada fácil, eu não falava nada de alemão na época), encontrei uma escola que, além de ser em alemão, parecia uma faculdade: os alunos escolhiam no […]

  8. […] já tem um conhecimento prévio da língua, mas também não é impossível ir fazer um ou dois semestres fora para aprender o idioma do lugar. Nessa semana, recebi o email da Nyrlene Pamplona, ela tem 32 anos, e no primeiro semestre de 2014 […]

  9. […] book is on the table”? Muitos especialistas acreditam que o ideal é que o intercambista tenha um conhecimento intermediário do idioma antes de viajar, mas não é uma regra. É possível tirar muito proveito da oportunidade mesmo com poucos […]

  10. Licya Maria disse:

    Olá, Hariane, primeiro quero lhe parabenizar pela conquista e gostaria de saber atraves de qual programa você está tendo essa oportunidade, desde já obrigada!

  11. Não sei praticamente nada de ingles, comecei o meu curso agora e ja estou tendo a oportunidade de ficar 20 dias na Inglaterra aprendendo ingles, e mesmo nao sabendo quase nada eu quero muito passar nessa prova, seria um sonho sendo realizado.

  12. […] os locais. Antes de ficar com medo ou pensar “ah, é impossível”, dá uma olhadinha nesses relatos aqui de gente que já foi fazer intercâmbio em países cuja língua eles não […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *