Bolsas para jornalistas: as melhores oportunidades | Partiu Intercâmbio

Bolsas para jornalistas no exterior pipocam toda hora por aí. Por isso, reunimos neste post as melhores oportunidades de intercâmbio para jornalistas com bolsas de estudos. No vídeo eu falo das 10 melhores bolsas para jornalistas no Exterior. Dá o play e te inscreve

 

Bolsas para Jornalistas nos Estados Unidos

  • Programa Knight-Bagehot em Jornalismo Econômico e Empresarial em Columbia

Programa Knight-Bagehot em Jornalismo Econômico e Empresarial oferece 10 bolsas para jornalistas em Nova York para participarem de um curso sobre economia e negócios na Universidade de Columbia. O curso tem duração de um ano e é voltado para profissionais (contratados ou freelancers) com pelo menos quatro anos de experiência. As bolsas incluem isenção na taxa de matrícula e um total de 60.000 dólares de salário. Os bolsistas do curso de jornalismo em Nova York poderão conseguir também acomodação junto à universidade. As inscrições abrem geralmente no início do ano.

Veja o edital das bolsas em Columbia para jornalistas

 

  • John S. Knight Journalism Fellowships at Stanford

O programa John S. Knight Journalism Fellowships at Stanford anualmente oferece bolsas para jornalistas em Stanford. Todos os anos até 20 profissionais interessados em estudar os desafios atuais do jornalismo de todo o mundo são selecionados.  A experiência de estudo tem duração de 10 meses na Stanford University. A bolsa para jornalistas nos Estados Unidos cobre os custos e dá a possibilidade de levar a família junto para a experiência. A candidatura abre sempre no final do ano e jornalistas com, pelo menos, cinco anos de experiência podem se candidatar.

Veja o edital da bolsa de jornalismo em Stanford

 

  • Nieman Foundation for Journalism e do Berkman Klein Center for Internet & Society em Harvard

Jornalistas do mundo inteiro podem se inscrever para uma bolsa em Harvard para pesquisar inovação no Jornalismo. A oportunidade da Nieman Foundation for Journalism e do Berkman Klein Center for Internet & Society recebe inscrições de jornalistas  que trabalham para veículos de notícias na área de negócios, planejamento, tecnologia ou liderança. A bolsa de estudos é no valor 65 mil dólares para pesquisar na universidade americana. As inscrições podem ser feitas pelo site até 1 de dezembro.

Veja o edital da bolsa para inovação em Harvard

 

  • ONU e Fundo Dag Hammarskjöld

A ONU (Organizações das Nações Unidas) e o fundo Fundo Dag Hammarskjöld  selecionam jornalistas brasileiros em todos os anos pares para o programa de bolsas para a cobertura da sessão da Assembleia Geral em Nova York. A bolsa cobre todas as despesas e jornalistas de 25 a 35 anos podem se inscrever. As inscrições abrem geralmente durante os primeiros meses do ano.

Veja o edital da bolsa para jornalistas da ONU

 

  • Fundação Nieman de Jornalismo na Universidade de Harvard

A Fundação Nieman de Jornalismo oferece bolsas para jornalistas para pesquisar na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.  O programa seleciona visitantes focados em desenvolver projetos de pesquisa relacionados à promoção da qualidade no jornalismo. Dependendo do tipo de projeto, os bolsistas podem passar até 12 semanas na universidade. As bolsas de pesquisa em jornalismo consistem em um salário semanal durante o período do programa e alojamento. Os selecionados também têm acesso aos centros de pesquisa e às bibliotecas de Harvard. As inscrições rolam sempre pro meio do ano entre julho e agosto.
Veja o edital das bolsas da Fundação Nieman em Harvard

 

  • Elizabeth Neuffer Fellowship

A Elizabeth Neuffer Fellowship é um programa de bolsa para jornalistas que oferece sete meses de curso no MIT (Massachusetts Institute of Technology) e a possibilidade de estagiar em dois grandes jornais norte-americanos: Boston Globe e The New York Times. Para concorrer é necessário ser mulher, jornalista e ter pelo menos três anos de experiência profissional com coberturas sobre direitos humanos e justiça social. Ser fluente em inglês também é indispensável. O programa não indica idade mínima ou máxima para participar. As inscrições podem ser feitas até março online. Despesas de passagem, visto, seguro saúde, moradia, alimentação e transporte estão cobertas pelo programa. A bolsa não oferece salário. Há a possibilidade de levar a família para os EUA durante a bolsa, os custos, contudo, não estão cobertos pela bolsa.

Veja o edital da fellowship para mulheres

 

bolsas para jornalistas no exterior partiu intercambio

Bolsas para Jornalistas na Alemanha

  • IJP Internationale Journalisten-Programme

O Internationale Journalisten-Programme é um programa de bolsa para jornalistas que oferece estágio em Berlim, na Alemanha, e dá a oportunidade de trabalhar em um grande meio de comunicação no país com uma bolsa beeem legal. Eu participei da turma de 2012 e só posso dizer que vale MUITO a pena. Para poder participar, tem que falar alemão (ou ter um currículo muito foda caso você fale inglês e espanhol fluentemente) e ter entre 25 e 35 anos. Os selecionados passam dois meses em Berlim e as inscrições abrem todos os anos por volta de agosto.

 Veja o edital do IJP

 

  • Heinz Kühn Stiftung

A Heinz Kühn Stiftung fica no estado da Renânia do Norte-Westfalia, na Alemanha, e todos os anos eles selecionam jornalistas para uma bolsa de até quatro meses. A oportunidade inclui: curso de alemão, estágio – geralmente na Deutsche Welle em Bonn -, ajuda para cobrir os gastos, curso de alemão, passagem, etc. Ou seja, é uma SUPER oportunidade pra jornalistas que querem passar um tempo na Alemanha trabalhando, aprendendo e desenvolvendo pesquisa. Pra melhorar, diferente do IJP, a bolsa da HKS exige apenas conhecimentos básicos de alemão e as inscrições encerram sempre no dia 30 de novembro.

Veja o edital da Heinz Kühn Stiftung

 

  • Conferência Falling Walls em Berlim

Jornalistas da área da ciência e pode participar de uma conferência em Berlim, na Alemanha com tudo pago. A Fundação alemã Falling Walls oferece exatamente isso. O tema do evento é: “Quais serão os próximos muros a cair?” e, todos os anos, reúne lideranças de diversos setores para promover discussões sobre inovações e descobertas científicas. Jornalistas e blogueiros podem se inscrever para a bolsa para participar de graça do evento e ter todas as despesas de viagem pagas.

Veja como se inscrever para a Falling Walls

 

Bolsas para Jornalistas no Canadá

  • Curso em Jornalismo literário no Banff Centre

O Banff Centre for Arts and Creativity oferece um programa de bolsa para jornalistas no Canadá. A escola de artes localizada em Banff, província de Alberta, oferece uma residência em jornalismo literário com duração de quatro semanas na Colônia Leighton de Artistas. As inscrições abrem no início do ano. O programa é aberto a escritores de ficção e não-ficção, jornalistas, críticos, curadores, artistas e acadêmicos. A bolsa para jornalistas no Canadá cobre as taxas do programa, os custos da viagem (até 750 dólares canadenses) e um prêmio de 2 mil dólares canadenses pelo trabalho produzido durante a residência.

 

Bolsas de intercâmbio para jornalistas na Colômbia

  • Bolsa Gabriel García Márquez de Jornalismo Cultural

A bolsa Gabriel García Márquez de Jornalismo Cultural é um programa da Fundación Gabriel García Márquez para el Nuevo Periodismo Iberoamericano (FNPI) e leva 15 jornalistas de todo o mundo por oito dias para Cartagena das Índias, na Colômbia.  A oportunidade tem o objetivo de estabelecer um programa de treinamento internacional de criação jornalística para que os profissionais possam compartilhar experiências, reforçar capacidades para o jornalismo cultural, conhecer a Colômbia e narrar as histórias da cultura local. Para se inscrever é necessário ser fluente em inglês ou espanhol e as inscrições abrem sempre no fim do ano. A bolsa para jornalistas na Colômbia cobre todas as despesas dos selecionados.

Veja o edital da bolsa de jornalismo cultural

 

Bolsa para jornalistas na Finlândia

  • Foreign Correspondents’s Programme (FCP)

Todos os anos o ministério das relações exteriores da Finlândia seleciona jornalistas do mundo todo para passar cerca de três semanas no país com todas as despesas pagas com o Foreign Correspondents’ Programme (FCP). Os jornalistas selecionados são convidados a mergulhar na cultura, política, língua e paisagens estonteantes desse país nórdico. Eu fui selecionada para participar em 2015 e acabei conhecendo mais do que a Finlândia: fiz amigos pra vida toda e conheci o meu marido, olha que coisa louca hehe.

Veja o edital do FCP

 

Bolsas para mestrados em Jornalismo/Comunicação no Exterior

  • International Media Studies (IMS), em Bonn, na Alemanha

Se você quer fazer mestrado em comunicação na Alemanha, o curso de mestrado em comunicação da Deutsche Welle, o International Media Studies (IMS), tem bolsa para Brasileiros. O IMS é exatamente o mestrado que eu fiz na Alemanha e que me possibilitou trabalhar na Alemanha depois.  O curso tem duração de quatro semestres e é em tempo integral. O currículo é bilíngue (alemão e inglês) e oferece disciplinas de mídia e desenvolvimento, jornalismo, comunicação e gerenciamento de mídia. O curso é fruto de uma parceria entre a Universidade de Bonn, a Hochschule Bonn Rhein- Sieg (HBRS) e a Deutsche Welle (DW), emissora pública internacional da Alemanha. As inscrições  só podem ser feitas online e bolsas totais e parciais estão disponíveis para os inscritos.

Inscreva-se no mestrado em comunicação na Alemanha

 

  • Bolsas para mestrado em jornalismo na Dinamarca do programa Erasmus

O mestrado em Jornalismo, Mídia e Globalização do programa Erasmus Mundus é um curso que tem seu primeiro ano na Dinamarca e depois o aluno escolhe se quer estudar na Holanda, Inglaterra ou Alemanha. O curso é completamente em inglês e é aberto a candidatos de todo o mundo. Bolsas de estudos completas estão disponíveis para não residentes da Europa.  A Helena Gertz ganhou bolsa para o mestrado em jornalismo do Erasmus e nos deu mais detalhes sobre o curso.

Veja o edital do programa em Jornalismo

 

Você conhece bolsas par jornalistas que não estão aqui? Fala comigo aí no comentários que eu acrescento aqui no post!

 

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 🙂

COMENTÁRIOS

Uma resposta para “Bolsas para jornalistas: as melhores oportunidades de intercâmbio na área”

  1. Bom dia gente .to atras de uma oportunidade.ja fiz a 12classe.estou sentado a 2 anos sem fazer nada por questões econômica.pesso vosso apoio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *