Bolsas para mestrado em comunicação digital em vários países

Início » Bolsas de Estudo » Bolsas para mestrado em comunicação digital na Áustria, Dinamarca e Bélgica

DCLead/Divulgação

Lá vamos nós falar de mais um programa com bolsa Erasmus+: o mestrado em Liderança em Comunicação Digital (Master in Digital Communication Leadership – DCLead). Um curso bem legal oferecido em conjunto por instituições da Áustria, Dinamarca e Bélgica e com parcerias com outras universidades e grandes empresas da área. As inscrições para as bolsas para mestrado em comunicação digital vão até 1º de dezembro.

O curso aborda o vasto e recente campo da comunicação digital a partir de um ponto de vista interdisciplinar e internacional. Ele reúne discussões acadêmicas avançadas e compreensão de habilidades práticas. De acordo com a descrição do programa, o objetivo é promover uma reflexão social, ética e não tecno-determinista sobre a comunicação digital para formar futuros líderes na área.

Como funciona o DCLead?

O DCLead é um Joint Master Degree coordenado por três universidades:

  • Universidade de Salzburgo, Áustria;
  • Universidade de Aalborg (AUU), Dinamarca;
  • Vrije Universiteit Brussel (VUB), Bélgica.

O programa também funciona em colaboração com cinco instituições de ensino (inclusive uma brasileira) e quatro empresas parceiras:

Universidades:

  • Universidade da Califórnia (UCLA), Los Angeles, Estados Unidos;
  • Ghana Telecom University College (GTUC), Gana;
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Brasil;
  • Universidade de Tecnologia de Queensland (QUT), Austrália;
  • Escola de Jornalismo da Universidade de Fudan, China.

Empresas parceiras:

  • Teracom A/S, Dinamarca;
  • Discovery Communications Inc.;
  • the European Broadcasting Union (EBU);
  • Red Bull Media House GmbH, Austria.

As disciplinas são todas em inglês e o mestrado tem duração de dois anos. Ele começa com um simpósio de verão na Universidade de Salzburgo, onde os estudantes farão o 1º semestre. Já no 2º semestre, os alunos deverão escolher entre Bruxelas (VUB) ou Copenhagen (AUU), de acordo com os seus interesses acadêmicos.

Na 3ª etapa, os estudantes devem participar do simpósio anual em Salzburgo, apresentar um projeto de dissertação e concluir os estudos iniciados em uma das duas possibilidades do 2º semestre. O 4º semestre será dedicado à realização da dissertação, que deverá ser em co-orientada por dois acadêmicos de duas instituições diferentes. Nesse momento, os alunos também poderão escolher passar o último semestre em uma das universidades parceiras ou como estagiários em uma das empresas.

>>> Veja todas as bolsas de mestrado do Erasmus na Europa
>>> Encontre um mestrado em inglês na Dinamarca
>>> Como validar diploma de mestrado do Exterior no Brasil

Como são as bolsas para mestrado em comunicação digital

O Erasmus+ disponibiliza cerca de 15 bolsas para o DCLead. Elas serão destinadas de acordo com o potencial acadêmico, o conhecimento de línguas estrangeiras, a motivação, as recomendações, a experiência profissional e o desempenho na entrevista.

As bolsas para mestrado em comunicação digital cobrem: valor total do curso, subsídio mensal de 1 mil euros (máx. 24 meses) e auxílio para instalação e despesas de viagem de 4 mil euros por ano.

Requisitos e candidatura ao programa

Para se candidatar ao curso e às bolsas para mestrado em comunicação digital, é preciso ter graduação completa em uma instituição acadêmica reconhecida ou um mestrado. Para seguir a linha de Comunicação Digital, Política e Inovação, o candidato deve ter se formado na área da comunicação. Candidatos com graduação ou mestrado em direito, sociologia e letras podem se inscrever se tiverem experiência na área da comunicação digital.

Já para a linha de Tecnologia e Gestão Digital, é necessário ter faculdade ou mestrado em informática, TI ou Engenharia de Software ou ter experiência nessa área.

A candidatura a uma das bolsas para mestrado em comunicação digital é realizada ao mesmo tempo que a inscrição no curso. Para isso, é preciso preencher o formulário e enviar em um único arquivo PDF de no máximo 50MB os seguintes documentos (em inglês ou devidamente traduzidos):

  • Currículo (modelo Europass);
  • Cópia do passaporte (de todas as páginas);
  • Cópia certificada do diploma universitário;
  • Cópia certificada do histórico escolar;
  • Certificado de proficiência em inglês (IELTS, TOEFL, CPE, CAE, FCE);
  • Carta de motivação (de acordo com modelo proposto no edital);
  • Duas ou três cartas de recomendação;
  • Nome e contato de três referências.

Os documentos serão analisados por um comitê e os selecionados para a segunda fase serão entrevistados por Skype. Os candidatos escolhidos terão que enviar os documentos impressos para completar a inscrição, de acordo com as instruções do site.

Acesse o site com todas as informações sobre o mestrado
Veja as respostas para as dúvidas frequentes
Inscreva-se

>>> Bolsas Erasmus para mestrado em Barcelona e em outras cidades da Europa nas áreas de mercados globais e criatividade
>>> Acesse todos os editais abertos para estudar no exterior
>>> Carta de motivação: quais os erros mais comuns e como evitar
>>> Programa para pesquisar inovação no Jornalismo em Harvard

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *