Universidade de Valladolid e Santander dão bolsas de mestrado na Espanha

Início » Bolsas de Estudo » Universidade de Valladolid e Santander dão bolsas de mestrado na Espanha
Divulgação/Universidad de Valladolid

Divulgação/Universidad de Valladolid

Um programa da Universidade de Valladolid com patrocínio do Banco Santander está oferecendo 25 bolsas de mestrado na Espanha para estudantes ibero-americanos e asiáticos. As bolsas são para mais de 35 cursos em todas as áreas de conhecimento – a maioria em Valladolid, mas alguns também nos campi de Palência, Segóvia ou Sória. As inscrições vão até o dia 22 de fevereiro.

Como requisito para concorrer a uma das bolsas, o candidato deve ter 7 como média mínima no seu histórico acadêmico. Além disso, não pode ter feito mestrado em uma universidade espanhola nem ter morado na Espanha durante mais de 12 meses nos últimos três anos. Também não podem receber a bolsa pessoas que já tenham sido beneficiadas em outras edições do programa.

Sobre as bolsas

As bolsas de mestrado na Espanha têm duração de nove meses e incluem:

  • 80% do importe das taxas universitárias;
  • 750 euros mensais para acomodação e manutenção;
  • Passagens aéreas de ida e volta do país de residência para a Espanha (valor máximo de 1.200 euros);
  • Seguro de saúde.

A concessão da bolsa está condicionada ao fato do aluno obter o diploma oficial no mestrado solicitado e a ser admitido pelo Comitê Acadêmico. O benefício pode ser renovado uma vez.

>>> Bolsas de mestrado em Urbanismo do DAAD para estudar na Alemanha e no Egito

>>> Bolsas Erasmus Mundus para mestrado na Espanha, Escócia, Holanda e Alemanha

Candidatura e seleção

Os candidatos devem enviar a candidatura através da página do Serviço de Relações Internacionais da universidade até as 11h (hora espanhola) do dia 22 de fevereiro. A candidatura é composta por nove passos, e os documentos solicitados (abaixo) devem ser enviados em formato PDF ou ZIP com tamanho máximo de 2MB cada um.

  • Cópia do passaporte (pode ser identidade se o candidato ainda não possuir passaporte);
  • Cópia do histórico acadêmico (no documento devem constar: duração oficial em anos acadêmicos dos estudos; disciplinas cursadas; notas obtidas; carga horário de cada disciplina; nota média alcançada no curso e a escala utilizada no cálculo da mesma);
  • Cópia do diploma universitário;
  • Certificado da universidade que concedeu o diploma declarando que o mesmo dá acesso a estudos de pós-graduação (conforme modelo disponibilizado);
  • Curriculum Vitae (preferivelmente em formato EUROPASS);
  • Duas cartas de recomendação (preferivelmente de docentes ou de pessoas com quem o candidato tenha tido relação acadêmica ou de trabalho);
  • Formulário de candidatura completo (disponível na página).

A seleção será baseada na adequação dos estudos, na experiência prévia em relação ao mestrado solicitado, nas referências apresentadas e no histórico acadêmico do candidato. Brasileiros e indianos terão prioridade na seleção, e, além disso, a comissão levará em conta também equilíbrio de gênero e de áreas de conhecimento.

Confira o edital do programa

Veja a lista de cursos de mestrado disponíveis

Acesse a página para preencher a candidatura

>>> Fundação Carolina: bolsas para pós-graduação na Espanha têm inscrições abertas

>>> Veja mais bolsas para estudar na Espanha

COMENTÁRIOS

  • Sabrina

    Pode ser em português as cartas de recomendação ou tem que traduzir?

  • Nilson Barreto

    e pessoas que ainda estão concluindo a graduação até março de 2017 pode enviar declaração de concluinte?