Bolsa para estudar na Finlândia: doutorado e pesquisa EDUFI

Início » Bolsas de Estudo » Bolsa para estudar na Finlândia: doutorado e pesquisa EDUFI

O EDUFI Fellowships é um programa voltado a estudantes de doutorado e pesquisadores de todo o mundo e de todos os campos de estudo interessados em uma bolsa para estudar na Finlândia. Mais especificamente, podem aplicar candidatos que desejam realizar o doutorado (ou a dupla diplomação) na Finlândia ou doutorandos e pesquisadores que queiram passar um tempo pesquisando no país. Embora acolha estudantes de todos os países, candidatos do Brasil, China, Rússia, Índia e EUA terão prioridade.

A bolsa para estudar na Finlândia é financiada pelo governo finlandês e tem duração de três meses a um ano. O subsídio mensal oferecido pelo programa é de 1.500 euros. O valor destina-se a cobrir as despesas de manutenção do bolsista no país. No entanto, não há valor adicional para acomodação, e as despesas de viagem são de responsabilidade do candidato.

Mas, o legal desse programa é que não há prazo para inscrição anual. As candidaturas para a bolsa para estudar na Finlândia são aceitas em qualquer momento do ano, desde que os pedidos sejam apresentados pelo menos cinco meses antes do período de estudos pretendido. Três meses após o recebimento da inscrição, a EDUFI deverá comunicar o resultado.

>>> Clima e sustentabilidade: bolsa para mestrado na Finlândia, Espanha e outros países
>>> Programa voltado a brasileiros dá bolsas para estudar na Dinamarca
>>> Veja outras oportunidades para fazer doutorado com bolsa no exterior

Candidatura e requisitos à bolsa para estudar na Finlândia

Para participar do programa do governo finlandês, o pesquisador visitante precisa já ter estabelecido contato com uma universidade anfitriã finlandesa. Aqui você encontra informações sobre as instituições do país e pode começar a fazer contatos. Se uma universidade estiver disposta a hospedá-lo, ela deve solicitar a bolsa EDUFI em seu nome. Ou seja, quem envia a candidatura por você é a instituição.

De acordo com as instruções descritas no site, o departamento responsável terá de mandar uma carta de motivação (da universidade), o currículo completo do candidato e o projeto de pesquisa (de 3 a 5 páginas). Este último deve ser composto por: introdução, objetivos, cronograma de trabalho, metodologia, resultados esperados, etc.

Duas cópias da candidatura assinadas deverão ser enviadas, juntamente com os devidos anexos, para a Agência Finlandesa de Educação (EDUFI). Está tudo explicadinho neste link.

Outro requisito para se candidatar à bolsa para estudar na Finlândia é não ter morado no país europeu por mais de um ano antes de enviar o pedido para participar do programa.

Saiba tudo sobre o EDUFI
Entenda como funciona a seleção de doutorado na Finlândia
Acesse a lista oficial de universidades do país

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no nosso canal no YouTubeAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 🙂

>>> Brasileiros em Helsinque contam como é estudar na Finlândia
>>> Guia básico sobre fazer mestrado na Finlândia
>>> Acesse todos os editais abertos para estudar no exterior

 

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *