Augusta Saraiva: da escola pública para a Universidade nos EUA

Início » colunistas » Augusta Saraiva: da escola pública em Rio Grande para a Universidade nos EUA (e com bolsa)!

Vocês já viram o nome Augusta Saraiva por aqui 🙂 A Augusta nos contou mais sobre como foi seleção do Jovens Embaixadores e que inglês perfeito não é o que todas as seleções de bolsa procuram. Hoje, a Augusta está nos Estados Unidos, na Northwestern University (apenas um soooonho pra qualquer pessoa que estuda jornalismo!) com bolsa de estudos. Como muitos de vocês morrem de vontade de saber como ganhar uma bolsa para fazer graduação nos Estados Unidos, resolvi convidar a Augusta para ser colunista aqui do Partiu Intercâmbio e contar mais sobre a vida de caçadora de bolsas (haha) e estudante nos Estados Unidos.

 

Acho muito legal poder mostrar pra vocês (na prática) que não precisa ser rico pra ganhar bolsa e estudar nos EUA e também que tem muuuuito estudante de pública brilhando pelo mundo, como a nossa nova colunista, a Augusta Saraiva.  🙂

augusta saraiva northwestern university partiu intercambio 2

“Meu nome é Augusta Saraiva, sou gaúcha de Rio Grande e estudo Jornalismo e Estudos Internacionais em Northwestern University, em Chicago. Hoje começo com uma coluna sobre como é a vida de estudante internacional (com bolsa!) aqui nos EUA. Eu espero que vocês gostem, e, para começar, trouxe uma pequena história sobre a vida aqui.

Meu primeiro choque cultural nos EUA, surpreendentemente, veio em uma conversa com amigos brasileiros. Durante a International Student Orientation, quando o assunto preferido dos estudantes internacionais – o IB Curriculum – era trazido à tona, eu nunca sabia o que falar, e essa era apenas uma das referências que eu não fazia a menor ideia do que significavam. Tudo isso porque, ao contrário de outros brasileiros, que frequentaram escolas internacionais e não tem sotaque algum, eu vim de uma escola pública brasileira.

>>> As melhores bolsas de intercâmbio no Ensino Médio
>>> Bolsas de estudo de High School no Exterior

auguta saraiva bolsista northwestern partiu intercambio

Lembro que durante o ensino médio, quando frequentei um Instituto Federal, tive a oportunidade de estudar somente um ano de inglês na escola (onde aprendi pouco mais que o verbo to be). Ninguém falava sobre aprender inglês, quem diria estudar no exterior. Foi por isso que até meu terceiro ano eu nem sabia que era possível. Acontece que, de uma forma ou de outra, eu acabei vindo parar em uma universidade nos EUA — e fazendo 3 intercâmbios antes disso.

A primeira vista, aplicar para uma universidade aqui sem ter qualquer conhecimento prévio sobre o processo pode parecer impossível, mas eu tive uma aliada essencial para isso: a internet. Comecei lendo matérias sobre estudantes brasileiros que, contra todas as expectativas, trocaram escolas públicas por universidades de ponta nos EUA. A exposição a essas histórias inspiradoras eventualmente me levou a pensar “por que não eu?”.

Foi aí que de forma simples, direta e até mesmo infantil, recorri ao Google. “Como estudar fora?” me levou a sites como o Partiu Intercâmbio e o Estudar Fora e onde conheci ainda mais histórias que deram certo. Depois de muito ler e pesquisar sobre o assunto, decidi que era hora de tentar transformar meu sonho em realidade.

augusta saraiva northwestern university partiu intercambio

Comecei aplicando para dois cursos de verão em universidades americanas (inclusive um deles aqui em Northwestern). Fui rejeitada pelos dois. Esse contraste entre a expectativa que eu estava criando e a realidade foi doloroso. Por várias vezes, pensei em desistir. Mas na terceira tentativa fui selecionada para um programa de intercâmbio nos EUA – o Jovens Embaixadores – em que tive a oportunidade de conhecer mais sobre o sistema educacional daqui e perceber que isso era o que eu realmente queria.

>>> Bolsa para curso de verão em Chicago
>>> Bolsa para curso de verão em Yale
>>>> Tudo que você precisa saber sobre o Jovens Embaixadores

Quando voltei para o Brasil, retomei minhas buscas sobre como estudar fora. No meu último ano do ensino médio, apliquei e fui selecionada para três programas de mentoria: o Oportunidades Acadêmicas, do EducationUSA, o Prep Scholars e, mais para frente, o BSCUE. Todos eles foram fundamentais para mim tanto financeiramente (lembra quando eu mencionei “escola pública” lá no começo?) quanto para ajudar a desmistificar a ideia de estudar no exterior com bolsa de estudos como algo elitista e inalcançável.

augusta saraiva northwestern university partiu intercambio 1

Acabou que tudo deu certo e hoje eu tenho a sorte de estar escrevendo sobre minha trajetória vestindo um moletom roxo na biblioteca de Northwestern. Mas o que eu quero provar, com essa história e com meus futuros posts, é que eu não sou uma exceção, e que por mais que isso pareça impossível para quem,  como eu não estudou em escolar particulares e não tem uma família com muito dinheiro, existem meios de tornar seu sonho realidade e pessoas dispostas a te ajudar. Às vezes, uma rápida pesquisa no Google pode trazer a solução.

A lição que deixo hoje é que vai chegar um momento em que não saber o que é um “perfect IB score” ou ter um sotaque bem brasileiro não vai importar, porque você já passou pelo mais difícil. O resto é experiência.

Por hoje é isso. Até a próxima!”

_______________________
augusta saraiva partiu intercambio

Estudante de Jornalismo, Augusta Saraiva divide seu tempo entre caçar bolsas de estudo e contar como faz isso no YouTube e no Instagram. Tudo isso enquanto tenta se aquecer no frio de Chicago, nos Estados Unidos, com um bom chimarrão.

 

 

________________________

Curtiram a primeira coluna da Augusta Saraiva? Fiquem ligados que em breve tem mais 🙂

Ah, toda terça-feira tem vídeo novo no canal no YouTube do Partiu IntercâmbioAssina aí pra não perder nadinha. A gente também está no Instagram, no Flipboard e no Twitter. Nesses canais, eu falo mais sobre como ganhar bolsa para fazer intercâmbio, como fazer carta de motivação e mais um monte de coisas. Obviamente, eu também respondo dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 🙂

 >>> Veja bolsas abertas  nos Estados Unidos

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *