twitterfacebookyoutubemail

“Larguei tudo para realizar o sonho de estudar Medicina… na Rússia”

Lorrayne com o grupo de estudantes que entrou junto com ela em Kursk

Há um ano e quatro meses Lorrayne Carolline Rosa Anastásio trocou o calor de Brasília pelas temperaturas negativas de Kursk, na Rússia. Hoje, aos 25 anos, ela cursa Medicina no país. No Brasil, Lorrayne trabalhava em uma empresa no ramo atacadista e à noite dava aulas de Matemática para alunos do Ensino Médio. Mesmo com mestrado na área, a jovem viu um anúncio sobre vagas para brasileiros cursarem medicina no país e não teve dúvidas. Foi atrás do seu sonho e hoje, na Universidade de Kursk, tem aulas em inglês e faz curso obrigatório de russo para poder lidar com os pacientes.

Veja o relato dela sobre a experiência:

Lorrayne (de rosa) com os colegas

Lorrayne (de rosa) com os colegas

“Ao realizar o processo seletivo e receber a aprovação, não pensei muito em deixar as pessoas que eu amo para trás. O curso nem é tão longo, então deixei a saudade e vim para enfrentar o mundo e viver meu sonho.

Desde pequena sonhava em ser professora e médica de necrotério, era assim que eu expressava ao sonhar em ser Legista. Hoje, estou em busca do meu sonho assim como todos que estão aqui.

Kursk no verão

Kursk no verão

Além de ser estudante de medicina também desenvolvo outro tipo de atividades, aqui eu em meus momentos de solidão me dedico ao meu blog, onde tenho um contato direto para expressar o que estou sentindo e dar dicas para alunos que estão por vir. A carência e a ansiedade antes de vir foram grandes, por isso divido o que eu já sei com quem ainda não chegou. Também pude contar com a empresa que intermediou todo meu processo de entrada na Universidade aqui eles sempre se mostraram disponíveis em ajudar ou solucionar qualquer tipo de situação que estivéssemos precisando.

lorrayne

Para mim, a adaptação foi fácil. O cotidiano me fez crescer para aprimorar meu inglês e aprender o russo conforme a necessidade. Estou muito feliz com minha escolha, assim como meus colegas também estão. Para diminuir a saudade, sempre inventamos projetos para movimentar nossos dias. Para se ter ideia, até cuido da parte jornalística do grupo Infinity Production, que surgiu com um vídeo caseiro. Por conta do fuso horário, acabamos por ficar algumas horinhas ociosos nos fins de semana enquanto o Brasil dorme.”

Escrito porBruna Passos Amaral

Bruna Passos Amaral é jornalista, viajante, germanófila e foi autora do Intercambiando. Na bagagem, são sete intercâmbios - dois nos Estados Unidos e cinco na Alemanha - e passeios por 23 países.

  • Kacio

    Como faço para conseguir uma bolsa de estudos para fazer medicina em Kursk??

  • stephanie

    Eu quero muito estudar medicina em uma ótima universidade e em um bom país .
    Parabéns !

  • http://www.postgradosparaguay.com/ Mestrado Educação

    obrigado por esta publicação!!

  • Elaine

    Oi, você foi com tudo custeado pelo governo russo?

  • Hugo

    Como faço para me inscrever pro programa de medicina na russia ?

    • Bruno Garcia

      eu também gostaria de Saber! um dos meus sonhos é cursar medicina na Rússia! Estou aprimorando meu Russo, quase tão fluente quanto minha Língua Materna! me ajude, aguardo ansiosamente!

      • Bruna Amaral

        Oi pessoal a menina do post viajou com o auxílio da Aliança Russa (http://www.aliancarussa.com/site/), mas existem outras maneiras de estudar lá também. Beijo!

  • Pingback: Inscrições para intercâmbio do Rotary são prorrogadas até quarta-feira | Partiu?()

  • Fernando Silva

    Ola gostaria de saber o que esta achando do curso de Medicina….

  • Pingback: Rotary tem inscrições abertas para intercâmbio de jovens na Itália, Equador, Colômbia, México e nas Filipinas | Partiu?()

  • Neide

    Eu como mãe fico orgulhosa pela determinação da minha filha Lorrayne,sei que enfrenta grandes obstáculo mas percebo sua determinação e crescimento.Vá em frente garota vc merece.Te amo!!!

  • Lôcimar.

    Nunca deixa de realizar seus sonhos.Estou orgulhosa de você.Bjos .Deus te abençõa.